13 Maio 2022, 22:21

Covid-19: Fiocruz assina acordo para produção de antiviral no Brasil

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

São Paulo, 05 mai 2022 (Lusa) – A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a farmacêutica norte-americana Merck Sharp & Dohme (MSD) assinaram um acordo de cooperação tecnológica para a produção de molnupiravir, primeiro antiviral oral para o tratamento da covid-19, no Brasil.


Segundo nota divulgada hoje pela brasileira Fiocruz, o acordo foi firmado na passada terça-feira.


“Por meio do acordo, a Fiocruz passará a ser responsável pela armazenagem, administração, rotulagem, embalagem, testagem, liberação, importação e fornecimento do medicamento molnupiravir para o Sistema Única de Saúde”, lê-se no comunicado.


“O acordo prevê ainda a condução de ensaios clínicos, em parceria com a farmacêutica, para eventual uso em profilaxia de covid-19, e o início de estudos experimentais de análise da atividade do medicamento em outros vírus também endémicos no Brasil, como dengue e chikungunya”, acrescentou o mesmo documento.


Na sequência, a Agência Nacional de Vigilância em Saúde (anvisa) informou que concedeu uma autorização de uso de emergência deste medicamento no país.


O antiviral da MSD já está autorizado para uso em 17 países.


No ano passado, a MSD anunciou que o seu tratamento oral para a doença reduziu o risco de hospitalização ou morte dos pacientes infetados com o coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19, em cerca de 50%, de acordo com os resultados de um estudo clínico envolvendo 775 participantes ao longo de 29 dias.


Todos os participantes nas análises clínicas tinham diagnósticos de covid-19 sintomático e confirmado em laboratório e foram aleatoriamente designados para receber molnupiravir ou placebo dentro de cinco dias do início dos sintomas.


O relatório da MSD também observou que todos os participantes não receberam vacinas contra a covid-19 e tinham pelo menos uma condição subjacente que os colocava em maior risco de desenvolver um caso mais grave da doença.



CYR // JH


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário