28 Setembro 2021, 15:21

Covid-19: Governo apoiou animação turística e eventos com 320 ME

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Peniche, Leiria, 21 jun 2021 (Lusa)- O Governo apoiou com 200 milhões de euros as empresas de animação turística e com 120 milhões de euros as da organização de eventos face à crise provocada pela pandemia de covid-19, disse hoje em Peniche a secretária de Estado do Turismo.


Dos 200 milhões de euros para a animação turística, 100 milhões foram a fundo perdido, afirmou Rita Marques, no congresso da Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos.


Dos 120 milhões para o setor da organização de eventos, 80 milhões de euros são a fundo perdido, acrescentou.


“A nossa agenda já não é tanto a da sobrevivência, mas a da vivência”, sublinhou.


A governante adiantou que, em abril, a oferta de emprego no setor do alojamento e da restauração disparou para mais de 100%, enquanto a taxa de desemprego nesta área foi de 6,6% no início de 2020 e de 7,2% já este ano.


“Foram taxas bastante inferiores às das últimas crises”, apontou Rita Marques, para quem “a situação difícil já passou”.


No congresso, o presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, disse que existem vários desafios para a retoma no turismo, uma vez que, com a emissão dos certificados digitais de vacinação covid-19, na Europa “há um sentimento de as pessoas quererem viajar”, motivo pelo qual “há uma oportunidade de crescimento do mercado”.


Para o responsável, é necessário reativar os eventos presenciais mediante a adoção de regras de segurança sanitária, e não apenas pelo digital, porque os cidadãos estão “ávidos de contactos presenciais”, ainda que estejam mais seletivos.


O congresso, cujos participantes e convidados foram todos testados à covid-19 à entrada, decorre até terça-feira numa unidade hoteleira do concelho de Peniche, no distrito de Leiria.



FCC // EA


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário