14 Maio 2022, 03:21

Covid-19: Governo timorense aprova alterações ao plano de vacinação

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Díli, 04 mai 2022 (Lusa) — As autoridades timorenses aprovaram hoje um conjunto de alterações ao plano de vacinação contra a covid-19, decidindo passar a administrar as vacinas da Pfizer a todos os maiores de 18 anos.


O novo plano foi apresentado pela vice-primeira-ministra e ministra da Solidariedade Social e Inclusão, Armanda Berta dos Santos, e pela ministra da Saúde, Odete Maria Freitas Belo, respetivamente, presidente e vice-presidente da Comissão Interministerial para a Elaboração e Coordenação da Execução do Plano de Vacinação.


O executivo disse que a “Pfizer vai passar a ser administrada aos cidadãos com idade igual ou superior a 18 anos, também como primeira e segunda dose, além da dose de reforço que já abrangia esta faixa etária”, de acordo com um comunicado.


“Quem recebeu a primeira dose das vacinas Astrazeneca ou Sinovac vai poder receber a segunda dose da vacina Pfizer”, acrescentou.


Até 02 de maio, 71,6% dos jovens entre os 12 e os 17 anos já receberam pelo menos uma dose, sendo que 36,9% dos jovens já recebeu as duas doses em todo o país.


Em Díli, 74,4% dos jovens entre os 12 e os 17 já tem as duas doses da vacina Pfizer.


No que se refere aos indivíduos com mais de 18 anos, 72,2% já receberam pelo menos duas doses e 84,6% já receberam pelo menos uma dose da vacina.


Atualmente, Timor-Leste tem 15 casos ativos, acumulando 22.875 casos e 130 óbitos desde o início da pandemia.


A covid-19 provocou mais de seis milhões de mortos em todo o mundo desde o início da pandemia do novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.


 


ASP // EJ  


Lusa/FIm

Sem comentários

deixar um comentário