03 Dezembro 2021, 10:34

Covid-19: Há 351 dias sem casos locais, Macau organiza simulacro de controlo da pandemia

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Macau, China, 16 mar 2021 (Lusa) – Macau vai organizar na quarta-feira um simulacro de controlo da pandemia de covid-19, um exercício que tem como objetivo intensificar a capacidade de resposta, num território sem casos locais há 351 dias, anunciaram as autoridades.


Organizado pelo Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, o exercício “consiste na simulação de um novo caso de contaminação local” de covid-19, levando à “ativação do plano de gestão das medidas específicas de prevenção e controlo da epidemia”, explicou em comunicado o gabinete de comunicação social.


O simulacro, que se realiza no edifício Lok Kuan da Habitação Social de Seac Pai Van, vai envolver o encerramento do edifício e das zonas circundantes, “instalação de postos de colheita para realização do teste de ácido nucleico aos residentes e a criação de pontos de distribuição de bens alimentares”, pode ler-se na nota.


No exercício participam o Centro de Operações de Proteção Civil e o Corpo de Polícia de Segurança Pública, que deverá organizar o trânsito na zona, para permitir a deslocação, “rapidamente e de forma ordenada, aos centros de abrigo e pontos de concentração indicados”, e “minimizar o impacto aos residentes e visitantes”, acrescenta-se no comunicado.


Considerada uma das regiões mais seguras do mundo em relação à pandemia de covid-19, Macau contabilizou apenas 48 casos desde que o novo coronavírus chegou ao território, no final de janeiro de 2020, não tendo registado até hoje nenhuma morte causada pela doença.


Na segunda-feira, o coordenador do plano de vacinação contra a covid-19 no território, o médico Tai Wa Hou, recordou que até 15 de março se completaram 351 dias consecutivos sem casos locais de transmissão da doença, durante a conferência semanal sobre a situação da pandemia.


Nessa altura, Tai Wa Hou apontou ainda que Macau não registava novos casos importados há 37 dias.


Dos 48 casos diagnosticados desde o início da pandemia, 46 eram provenientes do exterior.


De acordo com os dados divulgados pelo médico, 65.609 pessoas fizeram a inscrição no programa voluntário de vacinação do território, que arrancou em 09 de fevereiro, tendo sido vacinadas 29.833 pessoas até 15 de março, um número considerado baixo pelas autoridades de Macau, com uma população de 680 mil pessoas.


A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.654.089 mortos no mundo, resultantes de mais de 119,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.



PTA // VM


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário