19 Setembro 2021, 02:15

Covid-19: Itália volta a impor quarentena a viajantes do Reino Unido

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Roma, 18 jun 2021 (Lusa) — Itália anunciou hoje que os passageiros procedentes do Reino Unido deverão cumprir novamente uma breve quarentena, enquanto os de outros países poderão entrar livremente se possuírem o passe sanitário anti-covid.


A quarentena obrigatória de cinco dias para os passageiros procedentes do Reino Unido entrará em vigor na próxima segunda-feira, 21 de junho, precisou o Ministério da Saúde italiano.


“Assinei hoje um novo despacho que permite a entrada [em Itália] aos passageiros provenientes dos países da União Europeia e dos Estados Unidos, Canadá e Japão com certificado verde”, anunciou o ministro da Saúde italiano, Roberto Speranza, na rede social Facebook.


O certificado verde é um certificado sanitário que atesta a vacinação, a cura ou o resultado negativo de um teste anti-covid, indicou o ministro.


Speranza precisou ainda que os viajantes procedentes do Reino Unido, país onde a variante Delta, mais contagiosa, alastrou de forma generalizada, deverão cumprir uma quarentena de cinco dias e submeter-se a um teste anti-covid.


O ministro prolongou igualmente a proibição de entrada em território italiano aos viajantes procedentes da Índia, do Bangladesh e do Sri Lanka.


Itália espera mais 20% de turistas este verão para tentar relançar o setor turístico, que representa quase 14% do produto interno bruto (PIB) e foi muito afetado pela pandemia de covid-19.


Segundo vários responsáveis governamentais, o país está a estudar suprimir, na primeira metade do mês de julho, a obrigação de usar máscara na rua.


Itália administrou até agora mais de 44 milhões de doses de vacinas anti-covid. Quase 15 milhões de pessoas, ou seja, mais de 27% da população com mais de 12 anos, estão vacinadas, segundo a página da internet do Ministério da Saúde.



ANC // PMC


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário