23 Janeiro 2022, 13:02

Covid-19: Mais de 1.200 passageiros tentaram entrar no país sem teste negativo em 15 dias

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 16 dez 2021 (Lusa) — Mais de 1.200 passageiros tentaram entrar no país sem teste negativo ao vírus SARS-CoV-2 e 36 companhias aéreas foram multadas entre 01 e 15 de dezembro, revelou hoje a ministra de Estado e da Presidência


“Entre 01 e 15 de dezembro entraram no país sem teste, ou seja, o número de autos de contraordenação é de 1.274 e estão envolvidas 36 companhias”, precisou Mariana Vieira da Silva, na conferência de imprensa no final do Conselho de Ministros.


Desde 01 de dezembro todos os passageiros que cheguem a Portugal por via área são obrigados a apresentar teste negativo ou certificado de recuperação no desembarque.


Estão isentos da obrigatoriedade de testes, PCR ou rápido, os passageiros de voos domésticos, os menores de 12 anos e as tripulações.


As companhias aéreas que transportem passageiros sem teste negativo incorrem numa multa entre 20.000 e 40.000 euros por passageiro e os viajantes são também alvo de uma contraordenação por não apresentarem teste à chegada, que pode ter multa entre os 300 e os 800 euros.


A covid-19 provocou pelo menos 5.328.762 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.


Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.717 pessoas e foram contabilizados 1.211.130 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.


A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.


Uma nova variante, a Ómicron, classificada como “preocupante” pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 77 países de todos os continentes, incluindo Portugal.



CMP // HB


Lusa/fim

Tags

Sem comentários

deixar um comentário