29 Janeiro 2022, 10:01

Covid-19: Marrocos prolonga encerramento de fronteiras até 31 de janeiro

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Rabat, 24 dez 2021 (Lusa) — Marrocos prolongou hoje o encerramento de fronteiras – decretado desde 29 de novembro – e a suspensão de voos até 31 de janeiro, para prevenir a propagação de covid-19 e das suas novas variantes.


O Governo marroquino tinha encerrado as fronteiras desde 29 de novembro, para se proteger da variante Ómicron, e proibiu a organização de festas e programas especiais em hotéis, restaurantes e estabelecimentos turísticos durante a passagem de ano.


Após o encerramento das suas fronteiras – terrestres e marítimas -, o Governo marroquino autorizou voos especiais de repatriamento de estrangeiros para vários países de África, Ásia e Europa, incluindo Portugal e Espanha.


Desde 13 de dezembro, as autoridades marroquinas abriram a possibilidade de voos especiais para os seus cidadãos retidos no estrangeiro, operados a partir de Portugal, Turquia e Emirados Árabes Unidos.


Contudo, esta operação foi suspensa na quinta-feira, como resultado de um aumento nas infeções diárias do covid-19 e das suas variantes neste país do Magrebe.


Marrocos, que tem uma taxa de vacinação de 63% da população, anunciou na terça-feira que tinha detetado um total de 28 contágios com a variante Ómicron e nas últimas 24 horas registou um total de 475 novas infeções e seis mortes com covid-19.



RJP // HB


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário