26 Novembro 2021, 23:27

Covid-19: Odemira e Montalegre recuam e juntam-se a Lamego e Arganil na terceira fase de desconfinamento

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 20 mai 2021 (Lusa) — Os concelhos de Montalegre e de Odemira recuam esta semana para a terceira fase de desconfinamento, aplicada em 19 de abril, onde se juntam a Arganil e Lamego, anunciou hoje o Governo.


Na habitual conferência de imprensa após a reunião do Conselho de Ministros, realizada em Lisboa, a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, explicou que, relativamente a Odemira, é todo o concelho que recua, já que até agora apenas a freguesia de São Teotónio estava na terceira fase de desconfinamento, no âmbito do combate à pandemia de covid-19.


Todo concelho de Odemira, lembrou Mariana Vieira da Silva, estava já na semana passada em estado de alerta por ter mais de 240 casos de covid-19 por 100 mil habitantes.


Mantêm-se nesta mesma fase – com as regras aplicadas em 19 de abril – os concelhos de Arganil e de Lamego, que não avançam no desconfinamento.


Por outro lado, o concelho de Resende avança no desconfinamento com a generalidade dos municípios do continente.


A ministra realçou também que 10 concelhos estão em estado de alerta, cinco dos quais já o estavam na semana passada e outros cinco “entram de novo nesta lista”.


Estão em estado de alerta os concelhos de Albufeira, Castelo de Paiva, Fafe, Golegã, Lagoa, Oliveira do Hospital, Santa Comba Dão, Tavira, Vila do Bispo e Vila Nova de Paiva.


Com exceção dos quatro concelhos que estão agora na terceira fase de desconfinamento, os restantes 274 municípios do continente, incluindo os que estão em alerta, mantém-se na quarta fase do desconfinamento, aplicada em 01 de maio, embora o facto de o fator ‘r’ ter subido acima de ‘um’ “ser um sinal de alerta”, disse a governante.


 


RCS // VAM



Lusa/Fim

Tags

Sem comentários

deixar um comentário