29 Janeiro 2022, 14:04

Covid-19: Portugal já administrou mais de três milhões de doses de reforço da vacina

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 04 jan 2022 (Lusa) — Portugal já administrou mais de três milhões de doses de reforço da vacina contra a covid-19 e mais de 2,4 milhões de doses contra a gripe, anunciou a Direção-Geral da Saúde (DGS).


Em comunicado, a DGS diz que, das mais de 2,4 milhões de doses de vacina contra a gripe administradas em Portugal, cerca de 477 mil foram nas farmácias.


A nota acrescenta que mais de um milhão de pessoas receberam as vacinas de reforço contra a covid-19 e contra a gripe em simultâneo.


Segundo dados contabilizados até ao final do dia 03 janeiro, segunda-feira, das mais de três milhões de doses de reforço contra a covid-19 administradas, quase dois milhões foram em pessoas com mais de 65 anos.


Até ao momento, receberam dose de reforço 88% das pessoas com mais de 70 anos, refere a DGS.


Entre os 60 a os 69 anos, já estão vacinadas 66% das pessoas, de acordo com o último boletim de vacinação (dados para a população residente em Portugal Continental estimada pelo INE para 2020).


Segundo dados dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), mais de cem mil crianças entre os 5 e os 11 anos estão agendadas para receberam a vacina contra a covid-19 entre quinta-feira e domingo.


De acordo com dados de segunda-feira da DGS, estão já vacinadas com a primeira dose da versão pediátrica da Pfizer 95.752 crianças deste escalão etário.


Entre 05 de fevereiro e 13 de março serão administradas as segundas doses pediátricas, altura em que ficará concluído o esquema vacinal para esta faixa etária, estima o Governo.


A covid-19 provocou 5.441.446 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da Agência France-Presse.


Em Portugal, desde março de 2020, morreram 19.000 pessoas e foram contabilizados 1.434.570 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.



SO (PC) // SB


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário