05 Dezembro 2022, 20:26

Covid-19: São Tomé e Príncipe com oito infeções nas últimas 24 horas

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

São Tomé, 28 jul 2021 (Lusa) – São Tomé e Príncipe registou nas últimas 24 horas oito novas infeções por covid-19, depois de três dias sem notificar qualquer caso, indicou hoje a porta-voz do Ministério da Saúde do país, Isabel dos Santos.


Segundo a mesma fonte, todos os oito casos novos do novo coronavírus foram registados em São Tomé e aumenta para 2.432 o total acumulado de casos.


Isabel dos Santos referiu ainda que 42 pessoas infetadas estão sob vigilância, todas na ilha de São Tomé, sendo que duas estão internadas nos serviços sintomáticos respiratórios e 40 em isolamento domiciliar.


Também nas últimas 24 horas dois cidadãos foram recuperados da doença, aumentando o total para 2.353, enquanto o número de óbitos continua em 37 e a ilha do Príncipe apresenta-se sem qualquer caso de contaminação.


A porta-voz do Ministério da Saúde não adiantou se estas novas infeções se relacionam com as campanhas para as eleições presidenciais de 18 de julho, em que, apesar das decisões do governo e da Comissão Eleitoral os candidatos e os seus apoiantes não observaram as restrições impostas contra a propagação da pandemia.


Este “número alto” de infeções registado em apenas 24 horas preocupa o Governo, numa altura em que está confirmada a presença da variante Delta da covid-19 no país.


O anúncio da existência desta variante no arquipélago foi feito pelo Ministro da Saúde, numa comunicação à nação na última segunda-feira.


“É com grande preocupação que faço saber aos são-tomenses e todos os cidadãos que residem no nosso país que os estudos realizados no nosso laboratório nacional de referência confirmam que a variante Delta da covid-19 já existe em São Tomé e Príncipe”, disse Edgar Neves.


O governante insistiu nas medidas de prevenção, por considerar alto o nível de transmissão e contágio desta variante.


“Exigimos a toda a nossa população para aderir às medidas de proteção e prevenção da covid-19, assim como a vacinação”, disse o ministro da saúde, alertando que a variante Delta da covid-19 afeta sobretudo os jovens.


A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.179.675 mortos em todo o mundo, entre mais de 195,2 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.


A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.



MYB // VM


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário