22 Outubro 2021, 08:14

Covid-19: Surto com 21 utentes e 11 funcionários infetados em lar de Mértola

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Mértola, Beja, 21 dez 2020 (Lusa) – Um surto com 21 utentes e 11 funcionários infetados pelo vírus da doença covid-19 foi detetado no lar de idosos da Santa Casa da Misericórdia de Mértola, no distrito de Beja, disse hoje à Lusa o provedor.


O primeiro caso de infeção confirmado foi de um utente do lar, que começou a ter febre e foi ao hospital de Beja, onde fez um teste de despiste do vírus que deu resultado positivo, explicou o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mértola (SCMM), José Alberto Rosa.


Foram depois feitos testes a todos os outros utentes e aos funcionários do lar, o que permitiu detetar os restantes 31 casos de infeção, nomeadamente em mais 20 idosos e em 11 trabalhadores, disse.


Segundo o provedor, o idoso que foi o primeiro caso de infeção confirmado está internado no hospital de Beja e os restantes idosos infetados estão no lar e isolados numa ala separada dos outros utentes que tiveram resultado negativo nos testes.


Já os funcionários infetados estão a recuperar em casa, indicou José Alberto Rosa, referindo que a “grande dificuldade” da SCMM “é conseguir mão-de-obra para assegurar a assistência e os cuidados aos idosos”.


“É um problema que estamos a tentar contornar”, frisou, referindo que a SCMM fechou o seu Centro Infantil e o Centro de Atividades de Tempos Livres, situados na vila de Mértola, para os respetivos funcionários poderem dar apoio ao lar.


A Câmara de Mértola vai montar uma infraestrutura, “uma espécie de hospital de campanha”, no Pavilhão Desportivo Municipal da vila, para onde deverão ser transferidos os utentes infetados que estão no lar.


“O objetivo é colocar lá todos os utentes infetados para no lar ficarem apenas os não infetados”, explicou, informando que a infraestrutura vai começar a ser montada na terça-feira por uma empresa contratada pelo município e deverá estar operacional na quarta-feira, dia em que os idosos deverão ser transferidos.


A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.685.785 mortos resultantes de mais de 76,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo o mais recente balanço feito pela agência francesa AFP.


Em Portugal, morreram 6.191 pessoas dos 376.220 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.



LL // MLS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário