08 Dezembro 2021, 12:51

Covid-19: Surto no lar da Misericórdia das Caldas da Rainha com 107 infetados

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Caldas da Rainha, Leiria, 19 jan 2021 (Lusa) — Um surto de covid-19 no lar da Santa Casa da Misericórdia das Caldas da Rainha, no distrito de Leiria, já infetou 107 pessoas, entre utentes e funcionários da instituição, disse hoje à agência Lusa o delegado de saúde.


O surto, detetado no sábado, após a hospitalização de um utente, levou à “realização de 238 testes, incluindo todos os utentes, funcionários e equipas de enfermagem”, dos quais resultou a confirmação de “um total de 107 casos positivos”, afirmou o delgado de saúde coordenador da região Oeste, Jorge Nunes.


Contactada pela agência Lusa, a provedora da Santa Casa da Misericórdia das Caldas da Rainha, Conceição Pereira, confirmou a existência de “78 idosos com resultados positivos”, a maioria dos quais “assintomáticos e outros como sintomas muito ligeiros, como tosse”.


Todos os idosos se mantêm em isolamento na instituição onde “as áreas comuns e refeitórios estão encerrados, apesar de já terem sido desinfetadas”.


Os restantes casos são referentes a funcionários, alguns dos quais “ainda estão a ser testados hoje”, disse a provedora.


A Santa Casa da Misericórdia ativou o plano de contingência e, na quarta-feira, será efetuada uma vistoria à instalações envolvendo a autoridade de saúde, a proteção civil e a segurança social “para avaliar a situação e as medidas implementadas”.


No concelho das Caldas da Rainha foi ainda detetado um outro surto, no Lar do Centro paroquial de Santa Catarina, registando-se 18 casos de infeção entre os 55 utentes e funcionários testados.


De acordo com o boletim de situação epidemiológica publicado hoje pela Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria, o concelho das Caldas da Rainha conta com 373 casos ativos.


Desde o início da pandemia 1.542 pessoas do concelho foram infetadas pelo novo coronavírus, das quais 1112 recuperaram e 57 morreram.


A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.041.289 mortos resultantes de mais de 95,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


Em Portugal, morreram 9.246 pessoas dos 566.958 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.


A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.



DA // MCL


Lusa/Fim


 

Tags

Sem comentários

deixar um comentário