28 Setembro 2021, 13:50

Covid-19: Taxa de incidência acumulada em Cabo Verde cai para 159 por 100.000 habitantes

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Praia, 21 jun 2021 (Lusa) – A taxa de incidência acumulada de covid-19 em Cabo Verde voltou a cair nos últimos 14 dias, para 159 casos por 100.000 habitantes, contra os 224 do período anterior, anunciou hoje o diretor nacional de Saúde.


“Conforme temos estado a verificar nas últimas semanas, tem havido uma tendência para melhoria da situação epidemiológica no país e podemos verificar isto na taxa de positividade, que apesar de ainda ser superior a 5% – o ideal era ser inferior -, continuamos a verificar uma redução”, disse Jorge Noel Barreto, que falava no balanço semanal da situação epidemiológica em Cabo Verde.


No período crítico da pandemia no arquipélago, Cabo Verde registou uma taxa de incidência acumulada de covid-19 a 14 dias (um indicador utilizado internacionalmente) de 727 casos por cada 100.000 habitantes, de 26 de abril a 09 de maio, mas que desde então está em queda.


O responsável adiantou que nos últimos 14 dias, período de 07 a 20 de junho, Cabo Verde analisou 11.773 amostras, que comprovaram 898 casos novos de covid-19, correspondendo a uma taxa de positividade de 7,6%.


No período anterior, de 24 de maio a 06 de junho, foram analisadas 14.952 amostras, que identificaram 1.754 novos casos de covid-19, correspondendo a uma taxa de positividade de 12%.


“Mas em nenhum dos concelhos do país esta taxa de incidência acumulada é ainda inferior a 25 por 100.00 habitantes, vamos ter de esperar pela próxima semana”, disse ainda, reconhecendo que globalmente a incidência tem vindo a cair “todas as semanas”.


Desde 31 de março que Cabo Verde estava a registar valores máximos de novos infetados consecutivos, quase todos os dias acima de 200, tendo registado 417 casos, em 05 de maio, quando o máximo anterior a este período foi de 159, em 11 de outubro de 2020.


Esta tendência inverteu-se no último mês, com o número de novos casos diários em queda, até ao mínimo de 32 infetados em 14 de junho, o valor mais baixo desde 22 de março (26 casos).


Jorge Noel Barreto explicou ainda que nos 21 dias de junho Cabo Verde já registou 19 óbitos por complicações associadas à covid-19, sendo que em todo o mês de maio registaram-se 45 e em abril 51.


“Parece que este mês de junho será melhor em termos do número de óbitos ocorridos em Cabo Verde por causa da covid-19”, afirmou.


Atualmente estão internados com covid-19 em cinco hospitais do arquipélago um total de 16 doentes, três dos quais em estado grave, o que corresponde a uma “taxa de ocupação hospitalar de cerca de 19%”.


Cabo Verde regista um acumulado de 32.039 casos do novo coronavírus desde 19 de março de 2020 (quando foi diagnosticado o primeiro infetado no arquipélago), distribuídos por todos os 22 municípios das nove ilhas habitadas, segundo os dados do Ministério da Saúde, e 283 óbitos.


O arquipélago conta hoje 646 casos ativos de covid-19 e soma 31.091 considerados recuperados da doença.


A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.868.393 mortos no mundo, resultantes de mais de 178,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.



PVJ // LFS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário