21 Outubro 2021, 07:24

Covid-19: Timor-Leste com mais três mortos e recorde de 253 infeções diárias

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Díli, 13 mai 2021 (Lusa) — Timor-Leste registou hoje mais três mortes de pessoas infetadas com covid-18, duas em Díli e uma em Liquiçá, e 253 novas infeções com o SARS-CoV-2, o maior número de sempre num dia.


Em comunicado, o Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC) explica que uma das mortes se registou no centro de isolamento de Vera Cruz.


Os restantes dois mortos foram pessoas detetadas positivas há alguns dias, na vila de Liquiçá, a oeste de Díli e no bairro de Caicoli, na capital, “tendo ambos recusado ser transferidos para Vera Cruz” permanecendo em casa.


O total de óbitos de pessoas infetadas com covid-19 em Timor-Leste passa assim para oito.


No que toca a casos positivos, no comunicado refere-se que se registaram nas últimas 24 horas 203 casos em Díli, 39 em Viqueque, sete em Covalima, dois em Aileu e um cada em Ainaro e Bobonaro.


O número de pacientes recuperados foi também o maior de sempre num espaço de 24 horas, com 162, com o total de casos ativos a chegar aos 1.818 (novo máximo) e o cumulativo de casos desde o início da pandemia a subir para 3.879.


 Os casos positivos detetados hoje em Díli correspondem a 25,7% dos 984 testes realizados na capital, enquanto os casos positivos fora da capital correspondem a 8,9% dos 559 testes realizados nos municípios, nos dois casos os valores máximos registados desde o início da pandemia.


Em Vera Cruz, há atualmente 32 pacientes dos quais oito em estado grave, com a taxa de incidência a subir para 10,9/100 mil habitantes em Timor-Leste e para 34,8/100 mil habitantes em Díli, nos dois casos números máximos de sempre.


A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.319.512 mortos no mundo, resultantes de mais de 159,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.



ASP // VM


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário