12 Setembro 2022, 09:20

Covid-19: Universidade de Aveiro registou 43 casos nos últimos três dias

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Aveiro, 20 jan 2021 (Lusa) — A Universidade de Aveiro (UA) registou 43 novos casos de covid-19 nos últimos três dias, elevando para 77 o número de casos ativos na instituição, informou hoje fonte académica.


Numa nota dirigida à comunidade académica, o reitor da UA, Paulo Jorge Ferreira, diz que as autoridades de saúde confirmaram esta quarta-feira 14 casos isolados.


A situação agravou-se na segunda-feira, quando foram detetadas 15 infeções por SARS-CoV-2, tendo no dia seguinte sido contabilizadas mais 14 infeções.


Desde o início do ano letivo em curso, a UA registou 563 infeções entre alunos, professores e funcionários, sendo que 486 pessoas já recuperaram da doença.


O presidente do PSD, Rui Rio, pediu hoje ao primeiro-ministro, António Costa, que encerre as escolas, a partir de quinta-feira, como forma de conter a epidemia de covid-19.


“Faço-lhe um apelo público para que determine o encerramento das escolas” a partir de quinta-feira, escreve Rui Rio, em comunicado, no seguimento das notícias de que Costa “vai repensar, ainda hoje, a questão das aulas presenciais”.


Na terça-feira, durante o debate sobre política geral na Assembleia da República, António Costa admitiu a possibilidade de se proceder a um encerramento de escolas caso fique demonstrado que a variante inglesa do novo coronavírus, que é mais contagiosa, se está a tornar dominante nos estabelecimentos de ensino.


O Presidente da República afirmou que o Governo vai ponderar, entre hoje e quinta-feira, o eventual encerramento das escolas, podendo tomar uma decisão antes da sessão alargada com epidemiologistas marcada para terça-feira.


De acordo com dados da Direção Geral da Saúde (DGS), Portugal registou hoje 219 mortes relacionadas com a covid-19 e 14.647 novos casos de infeção, os valores mais elevados desde o início da epidemia.


Desde o início da pandemia, morreram 9.465 pessoas dos 581.605 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da DGS.


 


JDN // JLS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário