25 Maio 2022, 09:44

Covid-19: Vacinação completa ou teste semanal para funcionários e alunos do ensino superior de Macau

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Macau, China, 20 jan 2022 (Lusa) – Os funcionários e os alunos do ensino superior em Macau serão obrigados a ter duas doses da vacina contra a covid-19 para entrarem nestas instituições, caso contrário, terão de apresentar semanalmente um teste PCR negativo, foi hoje anunciado.


Em conferência de imprensa, as autoridades responsáveis pela educação superior no antigo território administrado por Portugal detalharam ainda que a medida entra em vigor a partir de 21 de fevereiro.


Na mesma ocasião foi ainda anunciado que no caso do ensino não superior esta medida é apenas exigida aos funcionários.


Estas medidas no território que persiste na política de casos zero de covid-19 e que identificou apenas 79 casos desde o início da pandemia, acontecem numa altura em que estão a surgir surtos um pouco por toda a China continental.


Os casos na China continental, apesar de reduzidos, estão a aumentar, com o registo de surtos locais um pouco por todo o país, a poucos dias da celebração da passagem do ano lunar com a família, na maior migração interna do planeta, e do início, em 04 de fevereiro, dos Jogos Olímpicos de Inverno.


Há duas semanas, após um surto ter sido registado em Hong Kong, Macau proibiu a aterragem no território de voos de fora da China, numa altura em que muitas pessoas, entre os quais portugueses, regressavam das férias de Natal.


Essa proibição está imposta até dia 23 de janeiro. Contudo, as autoridades já admitiram que a medida pode ser prolongada.


Macau, que tem seguido a política de zero casos de covid-19, impõe quarentenas de regresso que podem chegar a 35 dias dentro de um quarto de hotel e não permite sequer a entrada a quem teve covid-19 nos últimos dois meses.


Assim como acontece na China continental, o Governo de Macau passou a não considerar os casos assintomáticos para efeitos de contabilidade dos casos registados.



MIM // VM


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário