28 Setembro 2021, 17:44

Covid-19: Variante Delta detetada no centro de Moçambique

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Maputo, 21 jun 2021 (Lusa) – A variante Delta do novo coronavírus, com origem na Índia, foi detetada em Moçambique, na província de Tete, zona centro, anunciou hoje o ministro da Saúde de Moçambique, Armindo Tiago.


“A situação na província de Tete é deveras preocupante e é nesta província também onde já detetámos o primeiro caso da variante Delta, que é mais transmissível, de acordo com as experiências dos outros países”, disse Armindo Tiago.


O governante falava hoje, em Maputo, durante a abertura da reunião nacional de reflexão sobre o Sistema de Informação de Saúde em Moçambique.


Armindo Tiago alertou para uma “tendência crescente de aumento de casos do novo coronavírus” no país, após uma desaceleração registada entre março e maio, reiterando apelos para o cumprimento rigoroso das medidas de prevenção contra a doença.


“A província de Tete caminha a passos largos para uma situação de transmissão grave e disseminada a nível da comunidade”, frisou o ministro da Saúde.


Em janeiro, as autoridades de Saúde anunciaram a circulação da variante sul-africana em Moçambique, que circula no país desde novembro de 2020.


Segundo um estudo publicado no dia 11 pela direção geral de Saúde de Inglaterra (‘Public Health England’, PHE) a variante Delta é 60% mais transmissível.


Moçambique tem um total acumulado de 848 mortes e 72.507 casos de covid-19, dos quais 96% recuperados e 46 internados.


A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.862.364 mortos no mundo, resultantes de mais de 178,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


A doença é transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.



LYN // JH


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário