05 Outubro 2022, 17:04

Covid-19:Madeira regista cinco mortos e mais 1.583 casos

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Funchal, Madeira, 21 jan 2022 (Lusa) — Cinco mortos e mais 1.583 casos de covid-19 foram sinalizados nas últimas 24 horas na Madeira, num dia em que estão identificadas 13.760 situações ativas, informou hoje a Direção Regional de Saúde (DRS).


“Hoje há a reportar 1.583 novos casos de infeção por SARS-CoV-2 na Madeira, pelo que a região passa a contabilizar 54.695 casos confirmados de covid-19”, lê-se no boletim difundido pela DRS.


As autoridades de saúde informaram que os cinco mortos são três mulheres com 91, 88 e 86 anos, e dois homens com 84 e 86 anos.


Destes cinco falecidos, três estavam vacinados e todos tinham comorbilidades associadas, elevando para 157 o total de óbitos associados à doença na Madeira desde o início da pandemia, complementa.


A DRS adianta que, dos novos casos, 1.543 são de transmissão local.


Sobre os infetados, a nota realça que estão a cumprir isolamento, encontrando-se 73 pessoas internadas no Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, uma das quais os cuidados intensivos.


Outras 38 estão confinadas numa unidade hoteleira e as restantes permanecem em alojamento próprio.


As autoridades de saúde insulares estão também a avaliar 1.428 situações relacionadas com viajantes identificados no aeroporto, contactos com casos positivos ou outras reportadas à linha SRS24 ou provenientes dos vários postos de testagem da região.


Em vigilância ativa de contactos de casos positivos estão 8.452 pessoas, além de 16.939 viajantes com recurso à aplicação MadeiraSafe


“Há hoje mais 1.746 casos recuperados a reportar” e a região passa a contabilizar 40.778 doentes dados como curados depois de terem sido infetados por covid-19, salienta a DRS.


Os dados divulgados pela Direção-Geral de Saúde, números que nem sempre coincidem com os números difundidos pelas autoridades das regiões autónomas.


Contudo, hoje anunciar o mesmo número de mortes associadas à doença.


A covid-19 provocou pelo menos 5,57 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.


Em Portugal, desde março de 2020, morreram 19.496 pessoas e foram contabilizados 2.118.125 casos de infeção, segundo a última atualização da Direção-Geral da Saúde.


A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.


Uma nova variante, a Ómicron, classificada como preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral e, desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta em novembro, tornou-se dominante em vários países, incluindo em Portugal.


AMB//RBF


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário