17 Agosto 2022, 06:27

Dispositivo de combate a incêndios é hoje reforçado com mais operacionais

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O dispositivo de combate a incêndios rurais, que é hoje reforçado ao entrar na sua capacidade máxima, conta este ano com um aumento em 7% do número de operacionais em relação a 2021.

A Diretiva Operacional Nacional (DON), que estabelece o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) para este ano, indica que os meios são reforçados hoje pela terceira vez este ano com a entrada em vigor do denominado ‘reforçado — nível IV’, que termina a 30 de setembro.

Nos próximos três meses, vão estar operacionais 12.917 operacionais, 3.062 equipas, 2.833 veículos e 60 meios aéreos.

Do total dos operacionais envolvidos, o maior número pertence aos bombeiros (6.731), dos quais 2.589 são das Equipas de Intervenção Permanente, seguido do ICNF (2.398), da GNR (2.064) e da Força Especial de Proteção Civil (230).

No âmbito do DECIR está já em funcionamento a Rede Nacional de Postos de Vigia, composta por 230 postos de vigia para prevenir e detetar incêndios.

Os operacionais envolvidos este ano no dispositivo de combate aos incêndios rurais aumentaram 7% em relação a 2021, sendo mais 850 elementos no terreno.

Para o Ministério da Administração Interna, o dispositivo deste ano é mais seguro e de maior confiança.

Dados provisórios do ICNF indicam que até hoje deflagraram 4.597 incêndios rurais, que provocaram 11.327 hectares de área ardida, 73% dos quais em matos.

Comparando com relatórios de 2021, este ano deflagraram mais 969 incêndios e a área ardida mantém um valor idêntico em relação ao mesmo período do ano passado.

Tags

Sem comentários

deixar um comentário