27 Setembro 2021, 23:15

Distrito de Vila Real regista inundações, quedas de árvores e incêndios

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Os bombeiros do distrito de Vila Real foram acionados ao final de tarde de hoje para “várias ocorrências” relacionadas com quedas de árvores, inundações e incêndios, numa altura em que se verificava chuva intensa, vento e trovoada.

Álvaro Ribeiro, comandante operacional distrital (CODIS) de Vila Real, disse que se verificaram “várias ocorrências”, em diferentes zonas do distrito, relacionadas com quedas de árvores e inundações, em casas particulares e também na zona industrial de Vila Real, e ainda incêndios.

Os alertas surgiram pelas 18:30 quando, se começou a verificar vento forte, acompanhado de chuva intensa e também trovoada.

De acordo com a página na Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), há o registo de queda de árvores em Covelinhas (Peso da Régua), São Salvador (Ribeira de Pena) ou Vidago (Chaves), e inundações em Vila Real e Peso da Régua.

Verificaram-se ainda quedas de estruturas e os operacionais foram também mobilizados para limpezas de via e sinalização de perigo.

Registaram-se incêndios rurais em São Lourenço de Ribapinhão (Sabrosa), Freixeda (Vila Pouca de Aguiar) Vidago (Chaves), Oura (Chaves) e Sobradelo (Boticas), que mobilizavam, pelas 21:00, 89 operacionais e 21 viaturas .

O incêndio em Boticas é aquele que apresenta, segundo o CODIS, “maior preocupação” por estar a queimar um povoamento de pinhal, tendo sido mobilizados para o local 33 operacionais e oito viaturas.

Sem conseguir concretizar a origem dos incêndios, Álvaro Ribeiro referiu que os locais onde estes deflagraram “têm registado condições adversas, designadamente trovoada violenta e vento”.

Sem comentários

deixar um comentário