24 Setembro 2021, 10:42

Época balnear arranca em Oeiras com reforço da higienização e “Praia Acessível”

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Redação, 01 jun 2021 (Lusa) — A época balnear arrancou hoje em Oeiras com reforço de higienização, equipamentos sanitários, sistema de semáforos e o projeto “Praia Acessível”, para pessoas com mobilidade reduzida, que no ano passado contou com a participação de 870 utentes.


Em declarações à agência Lusa no dia em que arranca a época balnear nas quatro praias oficiais do concelho (Torre, Santo Amaro, Paço de Arcos e Caxias), o presidente do município, Isaltino Morais, disse que as expectativas “são boas”, uma vez que estas áreas são “seguras, cumprem todas as regras e têm conforto”.


“Este ano vamos também manter na praia de Santo Amaro o projeto ‘Praia Acessível’ para permitir que as pessoas com mobilidade reduzida possam utilizar as praias em segurança. No ano passado tivemos 870 utentes”, indicou.


Entre as novidades este ano está a existência de bibliotecas em todas as praias do concelho.


“No ano passado tivemos biblioteca em Paços de Arcos e este ano temos nas praias todas. Naturalmente mantemos as regras de segurança e os torniquetes de controlo das pessoas na praia que continua a estar limitado no número de utentes”, disse o autarca.


Segundo Isaltino Morais, há um reforço de higienização e equipamentos sanitários, no contexto da pandemia de covid-19, e os equipamentos de deposição de resíduos terão uma limpeza e desinfeção diária.


“No ano passado tivemos grandes investimentos, de cerca de 500 mil euros, para nos adaptarmos às regras de segurança impostas pela Direção-Geral da Saúde. Este ano vamos com um investimento de 900 mil euros em instalações sanitárias, equipamentos infantis em todas as praias e repor o pavimento do passeio marítimo”, disse.


Isaltino Morais destacou também que, à semelhança do ano passado, a câmara vai continuar a ajudar os concessionários, suportando as despesas salariais dos 22 nadadores-salvadores contratados: “Nós entendemos que deveríamos assumir a responsabilidade, compreendendo os prejuízos que os concessionários tiveram por via da pandemia de covid-19”.


O autarca independente referiu igualmente que a fiscalização das praias e do cumprimento das regras de segurança ficará a cargo da Polícia de Segurança Pública (PSP), da Polícia Marítima e da Polícia Municipal.


A Câmara Municipal de Oeiras, no distrito de Lisboa, vai investir cerca de três milhões de euros em 2022 para melhorias nas zonas do porto de recreio, piscina oceânica, no passeio marítimo e em todas as praias.


“As praias irão ficar dotadas de equipamentos sanitários adequados”, referiu.


Para 2022 está também previsto dar condições às praias de Algés, Cruz Quebrada e Dafundo, que são utilizadas sobretudo para “apanhar banhos de sol”, como pretendido pelos moradores destas zonas.


“A novidade no próximo ano vai ser dotar em 2022 aquelas praias com equipamento adequado para que as pessoas tenham mais algum conforto e segurança”, destacou.



DD // ROC



Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário