06 Dezembro 2022, 21:17

Escritor Javier Marías morre aos 70 anos em Madrid

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Madrid, 11 set 2022 (Lusa) — O escritor Javier Marías, autor de romances como “Coração tão branco” ou “Todas as almas”, morreu hoje, aos 70 anos, num hospital em Madrid, após o agravamento da doença pulmonar de que sofria.


Autor de quinze romances, entre os quais os premiados “O homem sentimental”, “Todas as almas” ou “Coração tão branco”, é um dos mais celebrados escritores de língua espanhola.


Marías escreveu ainda romances como “Amanhã na batalha pensa em mim” e “Berta Isla”, que foi premiado em Portugal, estando a sua obra largamente traduzida para português, onde era atualmente publicado pela Alfaguara Portugal (chancela da Penguin Random House).


Filho do filósofo Julián Marías, o autor madrileno publicou o seu primeiro romance — “Os domínios do lobo” — em 1971.


O seu último livro, “Tomás Nevison”, foi publicado em março.


Em dezembro de 2021, o escritor espanhol foi eleito membro internacional da Royal Society of Literature, instituição de solidariedade do Reino Unido, que se dedica à promoção da literatura.


Em 15 de agosto, a editora Alfaguara tinha confirmado à agência espanhola EFE que o escritor sofria de uma doença pulmonar, da qual se encontrava a recuperar.




PE // ACL


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário