24 Setembro 2021, 09:32

Espaços de diversão itinerantes na cidade do Porto com horários alargados

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Os três espaços de diversão montados no âmbito das festas da cidade do Porto na Rotunda da Boavista, Jardim do Calém e Fontainhas alargaram o horário, mas na véspera de São João encerram às 18 horas.

Em comunicado, a Câmara do Porto refere que, “devido à antecipação do Governo da nova fase de desconfinamento”, o horário de funcionamento dos «fun parks» foi alargado para das 12 às 23 horas, de domingo a quinta-feira, e, às sextas-feiras e sábados, das 12 às 24 horas.

“Na véspera de São João, [dia 23], e a pedido das próprias entidades promotoras, os espaços encerram portas às 18 horas”, precisa, acrescentando que “as últimas entradas são admitidas, em qualquer dia, 30 minutos antes da hora de encerramento”.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



De acordo com a autarquia presidida por Rui Moreira, “com o acelerar das novas medidas de desconfinamento, os empresários do setor das atividades itinerantes solicitaram à Câmara do Porto o alargamento dos horários de funcionamento dos três «fun parks»”.

“Aceites estes novos horários, será também possível que um maior número de pessoas tenha acesso ao interior dos espaços, sempre com a garantia de máxima segurança”, revela.

O Município garante que estes espaços, “montados com o apoio do município, seguem um rigoroso plano aprovado pela Direção-Geral da Saúde”, estando “garantidos” a vedação dos locais, a disponibilização de álcool gel e medição de temperatura à entrada, a lotação do espaço, o policiamento e a “limpeza sistemática” dos equipamentos.

Na passada terça-feira, a autarquia anunciou que a permanência das diversões na Rotunda da Boavista e no Jardim do Calém foi alargada até 18 de julho, “após pedido efetuado pelos representantes das três associações do setor”.

Segundo refere, “este prolongamento da atividade significa um reforço do apoio municipal de cerca de 67 mil euros, traduzidos nas isenções das habituais taxas e licenciamentos, no policiamento, bem como na infraestruturação elétrica”.

Sem comentários

deixar um comentário