06 Dezembro 2021, 14:58

Esposende: Obras no portinho de pesca da Apúlia já têm luz verde

mundoatual AdministratorKeymaster

 Esta obra reveste-se da maior relevância, na medida em que visa dotar este espaço de melhores condições, nomeadamente para o desenvolvimento da atividade da comunidade piscatória que ali opera.

A Câmara Municipal de Esposende e a Polis Litoral Norte já podem avançar com a concretização da intervenção de requalificação e modernização do portinho de pesca de Apúlia.

A obra terá como grande objetivo dotar o portinho de pesca de infraestruturas renovadas e necessárias para o seu bom funcionamento, cujo investimento ronda os 530 mil euros e será financiado pelo Município de Esposende e Programa Operacional Mar 2020.

Dado que se trata de uma obra urgente devido ao estado de degradação a que esta área foi sujeita nos últimos anos, por força das investidas marítimas, a Polis Litoral Norte solicitou à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) a dispensa total do procedimento de Avaliação de Impacte Ambiente (AIA), a qual recebeu parecer favorável.

“A isenção de AIA, processo muito demorado, teve ontem, dia 11 de janeiro, a sua conclusão, ao ser publicado no Diário da República, o que permite avançar, desde já, com a obra prevista há mais de dois anos. Em causa está a minimização dos riscos costeiros sobre pessoas e bens, bem como a valorização do portinho de pesca, nas suas vertentes ambientais, económicas e sociais”, informou a autarquia.

A intervenção incluiu o melhoramento do edifício de arrumos de aprestos e o apoio aos pescadores. Esta empreitada contempla também o prolongamento para norte do muro de defesa e proteção existente a sul, a instalação de plataformas laváveis e amovíveis para deposição das artes de pesca, de iluminação exterior e sistema de videovigilância, de sistema de depósito de resíduos diferenciados e a reparação generalizada da rampa de acesso ao mar.

O Presidente da Câmara de Esposende, Benjamim Pereira, destaca que esta obra “se reveste da maior relevância, na medida em que visa dotar este espaço de melhores condições, nomeadamente para o desenvolvimento da atividade da comunidade piscatória que ali opera”.

 

 

Sem comentários

deixar um comentário