16 Setembro 2021, 20:36

Euro2020: Bandeiras de Portugal multiplicam-se em Timor-Leste em apoio à seleção

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Díli, 15 jun 2021 (Lusa) — Bandeiras de Portugal multiplicaram-se nos últimos dias nas ruas da cidade de Díli, como noutros pontos do país, manifestando o amplo apoio que a seleção portuguesa está a ter entre os timorenses no Euro 2020.


E mesmo com a cidade em suposto confinamento obrigatório — ainda que muitos já não o estejam a respeitar — hoje já se viram até pequenas caravanas de carros e motas, com bandeiras de Portugal, a buzinar e a gritar “vivas a Portugal” ou a sua versão mais curta “Portu”.


Mesmo que nem todos apoiem Portugal — as opiniões nas redes sociais dividem-se e há muitos que apoiam a Alemanha ou outras seleções -, a seleção portuguesa tem em Timor-Leste um dos seus maiores focos de apoio.


Publicações nas redes sociais com a bandeira ou referentes à seleção tornam-se virais, como foi igualmente viral um vídeo de Pepe em que este agradece o apoio de Macau e de Timor-Leste.


Muitos, como tradicionalmente, transformam o apoio em apostas, que, apesar das carências da maioria da população, chegam aos milhares de dólares, num país onde o salário mínimo ainda é de 115 dólares por mês.


Os jogos são transmitidos pela única rede de televisão por cabo do país, a Eto, com apelos à televisão pública, a RTTL, para retransmitir os encontros sem sucesso por motivos de orçamento, o que faz com que se multiplique também o recurso a VPN e ligações online para tentar acompanhar os jogos.


E muitos aproveitam para fazer negócio, nomeadamente a venda de bandeiras nas ruas – Portugal, Alemanha e Itália são as dominantes – porque o confinamento devido à covid-19 impede a transmissão de jogos em restaurantes ou outros espaços públicos.


Em alguns locais do país as bandeiras de Portugal já estão hasteadas em portões, em casas e até em árvores, confirmando o apoio que a seleção nacional tem no país.


E mesmo com as restrições da covid-19, esse apoio viu-se como nunca na madrugada de 11 de junho quando com o nascer do sol uma imensa caravana de milhares de veículos percorreu a cidade de Díli para celebrar a vitória portuguesa.


Portugal defronta hoje a Hungria, em Budapeste, para defender o título de campeão europeu.


 


ASP // VM


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário