26 Setembro 2021, 13:38

Euro2020: Demiral marcou na própria baliza o primeiro golo, cinco anos após Éder

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Roma, 11 jun 2021 (Lusa) — O turco Merih Demiral marcou hoje em Roma, na própria baliza, o primeiro golo do 16.º Europeu de futebol, o primeiro depois do ‘maior’ tento da história de Portugal, apontado por Éder na final de 2016.


No Estádio Olímpico da capital transalpina, o central da Juventus deu vantagem à ‘anfitriã’ Itália, aos 53 minutos, apontando o 688.º golo em fases finais, ao 287.º encontro.


O golo 687 tinha pertencido ao avançado internacional português Éder, que, em entrou aos 79 minutos, para o lugar de Renato Sanches, e resolveu aos 109 a final do Euro2016, na qual Portugal bateu a França por 1-0.


O Europeu de futebol joga-se desde 1960 e a hora do primeiro golo em fases finais coube ao jugoslavo Milan Galic, aos 11 minutos do embate frente à anfitriã França, em Paris, em 06 de julho de 1960. A Jugoslávia venceria o embate por 5-4.


O espanhol Jesus Pereda (1964), o jugoslavo Draga Dzajic (1968), os alemães Gerd Müller (1972) e Karl-Heinz Rummenigge (1980), o checoslovaco Anton Ondrus (1980) e o francês Michel Platini (1984) foram os jogadores a marcar os tentos inaugurais nas edições que se seguiram.


Depois, foi a vez do italiano Roberto Mancini (1988), agora selecionador, o sueco Jan Eriksson (1992), o inglês Alan Shearer (1996), o belga Bart Goor (2000), o grego Giorgios Karagounis (2004), o checo Vaclav Sverkos (2008), o polaco Robert Lewandowski (2012) e o francês Olivier Giroud (2016).


A Itália e a Turquia estão a disputar o primeiro encontro do Grupo A, que inclui ainda o País de Gales, de Gareth Bale, e a Suíça, do benfiquista Seferovic, que se defrontam no sábado, em Baku, no Azerbaijão.


A fase final do Europeu de 2020 prolonga-se até 11 de julho, dia da final, no Estádio de Wembley, em Londres, e o detentor do título Portugal está no Grupo F, com Hungria (terça-feira, em Budapeste), Alemanha (19, em Munique) e França (23, de regresso à capital magiar).



PFO // PFO


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário