07 Agosto 2022, 05:11

Excedente da balança de pagamento do Japão diminuiu mais de 55% em abril

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Tóquio, 08 jun 2022 (Lusa) — O excedente na balança de pagamentos do Japão decresceu 55,6% em abril, em comparação com igual mês de 2020, sobretudo devido ao aumento das importações, anunciou hoje o governo.


Os dados oficiais divulgados pelo Ministério das Finanças japonês mostram que o país registou um excedente de 500,1 mil milhões de ienes (3,5 mil milhões de euros) em abril.


Este valor representa também uma queda de 80,3% em comparação com março.


A descida do excedente deve-se sobretudo à balança comercial do Japão, que teve um défice de 688,4 mil milhões de ienes (4,8 mil milhões de euros).


Em abril de 2020, o país tinha registado um saldo positivo de 282,2 mil milhões de ienes (2 mil milhões de euros).


As exportações japonesas até subiram 17,2% em abril, para 8 biliões de ienes (56,4 mil milhões de euros), mas as importações aumentaram ainda mais, 32,8%, para 8,7 biliões de ienes (61,2 mil milhões de euros).


Pelo contrário, a balança de rendimentos, referentes aos investimentos japoneses no estrangeiro, registou um excedente de 2,4 biliões de ienes (16,7 mil milhões de euros), mais 18,2% do que em abril de 2020.


A balança de transferências teve um défice de 215,7 mil milhões de ienes (1,5 mil milhões de euros), que é 15,6% maior do que no mês homólogo.


A balança de serviços registou um saldo negativo de 965,3 mil milhões de ienes (6,8 milhões de euros) em abril, menos 0,6%.


No ano fiscal de 2021, que se refere ao período entre 01 de abril de 2021 e 31 de março de 2022, o Japão tinha tido um excedente de 12,6 biliões de ienes (92,8 mil milhões de euros), uma descida de 22,3%.


A balança de pagamentos reflete os pagamentos e receitas do comércio exterior de bens, serviços, rendimentos e transferências, sendo considerado um dos mais amplos indicadores comerciais de um país.



VQ // VQ


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário