09 Setembro 2022, 01:36

FBI conclui que o ator Alec Baldwin puxou o gatilho da arma que matou Hutchins

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O FBI concluiu que Alec Baldwin puxou o gatilho da arma com que matou acidentalmente a diretora de fotografia Halyna Hutchins durante as filmagens do filme “Rust”, contradizendo a versão do ator, que afirma não ter ativado a arma.

O relatório do FBI, que a cadeia ABC News diz ter consultado, afirma que “o revólver estava em boas condições e não podia ser disparado sem alguém puxar o gatilho.”

Numa entrevista à ABC News, em outubro do ano passado, o ator declarou que nunca puxou o gatilho da arma e que esta disparou sozinha quando soltou o pino de disparo.

O relatório da polícia considerou a morte de Hutchins como um acidente, uma vez que não há “provas convincentes de que a arma tenha sido intencionalmente carregada com munições verdadeiras”.

Até ao momento, a procuradoria local não apresentou queixa contra Baldwin, que foi acusado de homicídio não voluntário ou por negligência pela família da vítima, e está à espera de obter os registos telefónicos do ator.

Halyna Hutchins morreu em 21 de outubro de 2021 devido aos ferimentos de bala sofridos nos ensaios de Baldwin para as filmagens do filme “Rust” no Novo México (EUA) com uma arma que deveria estar sem balas, mas que estava carregada.

As autoridades do Novo México multaram, em abril passado, em quase 140 mil dólares os produtores das filmagens, entre os quais o próprio Baldwin, por violação dos protocolos de segurança.

Sem comentários

deixar um comentário