04 Julho 2022, 17:59

FC Barcelona dá espetáculo em Camp Nou e derruba Atlético de Madrid

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

O FC Barcelona deu hoje espetáculo em Camp Nou ao vencer o Atlético de Madrid, com João Félix a titular, por 4-2, em jogo da 23.ª jornada da Liga espanhola de futebol que deixa a equipa em zona de ‘Champions’.

Nem a expulsão de Dani Alves, aos 69 minutos, que esteve no melhor (golo) e pior (expulso) da equipa, abalou os ‘blaugrana’, que sob o comando de Xavi Hernández voltam a dar aos adeptos boa parte da identidade ‘culé’.

O triunfo sobre o rival direto, permitiu também à equipa subir ao quarto lugar na Liga, exatamente por troca com o Atlético de Madrid, com os catalães a terem agora 38 pontos, mais dois do que os ‘colchoneros’, quintos.

No jogo, Xavi estreou o reforço Adama Traoré, que se mostrou, a espaços, um desequilibrador no lado direito, e, depois, ainda fez entrar, aos 61, o gabonês Aubameyang, numa troca direta com o internacional espanhol, antigo jogador do Wolverhampton.

O início não antevia nada de bom para o ‘Barça’, depois de Luís Suárez assistir Carrasco para o 1-0, aos oito minutos, mas os da casa foram rápidos a reagir e, dois minutos depois, Jordi Alba não deixou a bola bater num pontapé fulminante, aos 10.

O remate de Alba, eleito o melhor em campo, surpreendeu Oblak, talvez à espera de que a bola saísse e, com um FC Barcelona galvanizado, a reviravolta chegou pelo ‘pequeno’ Gavi, a desviar de cabeça, aos 21 minutos, um cruzamento de Adama Traoré.

Ainda antes do intervalo foi Ronald Araújo a fazer o 3-1, aos 43 minutos, e já no reatamento, Dani Alves a apontar o 4-1, aos 49.

Sem argumentos, o Atlético de Madrid, já sem João Félix em campo — substituído por Ángel Correa -, ainda reduziu pelo ex-culé Luís Suárez, que evitou os festejos à sua antiga equipa no 4-2, aos 58 minutos.

O ‘Atleti’, atual campeão, continua a mostrar muito poucos argumentos para um candidato ao título, face à qualidade dos seus jogadores, naquilo que tem sido um fracasso do ‘cholismo’, o futebol ‘desenhado’ por Diego Simeone.

Mais cedo, também em jogo da 23.ª jornada de La Liga, o Valência, com Thierry Correia a titular e Gonçalo Guedes apenas a partir dos 70 minutos, empatou sem golos com a Real Sociedad, com os primeiros em 11.º, e os segundos em sexto.

Sem comentários

deixar um comentário