18 Outubro 2021, 08:58

FC Porto perde com o Chelsea e complica passagem às «meias»

Mundo Atual AdministratorKeymaster

O FC Porto foi hoje derrotado (0-2) pelo Chelsea, no jogo da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, um resultado que complica as contas do apuramento, que se decide no próximo dia 13.

A equipa de Sérgio Conceição acaba por sair de Sevilha com uma derrota que não espelha o que aconteceu dentro das quatro linhas perante um Chelsea que viu brilhar a (tal) estrelinha da sorte e que raramente foi superior aos «dragões». Ainda assim, a vitória dos ingleses complica as contas do apuramento e a tarefa dos portistas para o jogo de terça-feira.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



Em Sevilha, cidade onde os «dragões» já foram felizes – foi ali que conquistaram a Taça UEFA em 2003 com José Mourinho – Sérgio Conceição foi forçado a «mexer» no onze devido aos castigos de Sérgio Oliveira e Taremi, fazendo entrar Grujic e Luis Díaz.

Numa primeira parte equilibrada, com as duas equipas a não dar grandes espaços, foi o FC Porto a primeira equipa a criar perigo.

Aos 12 minutos, Uribe rematou ainda à entrada da área, mas viu a bola sair ligeiramente por cima da barra da baliza de Mendy.

Na sequência de um pontapé de canto batido por Otávio, aos 24 minutos, os «dragões» desperdiçaram a melhor oportunidade para marcar. Mendy defendeu em dificuldades, a bola sobra para Zaidu que não fez melhor do que rematar por cima.

O FC Porto estava melhor, nesta altura, mas foi o Chelsea que chegou à vantagem.

Na passagem do minuto 32, Jorginho fez um passe fabuloso para Mount que deixou Zaidu para trás e bateu Marchesín.

Pepe fez, aos 43 minutos, um excelente cabeceamento, depois de mais um canto batido por Otávio, mas Mendy voltou a mostrar atenção.

Um balde de água gelada aos 85 minutos

Na segunda parte, foi novamente o FC Porto a primeira equipa a criar perigo, e agora a ficar mais perto do empate, mas o guarda-redes dos «blues» respondeu com nova defesa.

Um minuto depois, nova ocasião de perigo para os portistas, agora por intermédio de Luis Díaz que viu a bola sair por cima.

Na resposta, Azpilicueta apareceu sem marcação para desviar um livre, mas a bola saiu pela linha final.

Aos 72 minutos, lance polémico na área do Chelsea. Marega é travado dentro da área, por Azpilicueta, mas o árbitro entende não haver falta para grande penalidade.

E aos 85 minutos, quando o FC Porto dominava, após uma falha (inacreditável) de Corona, Ben Chilwell avança e amplia a vantagem do Chelsea.

Sem comentários

deixar um comentário