03 Dezembro 2021, 04:56

FC Porto reforça liderança no hóquei em patins ao bater campeão Sporting

mundoatual AdministratorKeymaster

O líder FC Porto manteve-se hoje 100% vitorioso no nacional de hóquei em patins, com cinco triunfos em cinco jornadas, ao bater em casa o Sporting, campeão português e europeu em título, por 9-5, no fecho da ronda.

Gonçalo Alves foi a grande figura do encontro, ao marcar cinco dos nove golos da equipa portista, que nunca esteve em desvantagem e ao intervalo liderava por 5-3.



Numa primeira parte muito emocionante, mas nem sempre bem jogada, os golos foram uma constante e animaram o quase lotado Dragão Arena.

O FC Porto foi o primeiro a marcar, aos cinco minutos, por intermédio de Gonçalo Alves, num livre direto. O avançado portista esteve inspirado nos lances de bola parada e, nestes primeiros 25 minutos, quase não falhou.

O Sporting, em sintonia e equilíbrio com a pressão portista, empatou aos oito minutos, com um golo de João Souto.

Os ‘dragões’ conseguiram, na maior parte do tempo, estar em vantagem, tendo, no entanto, o Sporting no seu encalce. Rafa marcou aos 11 minutos, e, na resposta, os ‘leões’ voltaram a empatar, num livre direto, através de Ferran Font.

Antes do intervalo, Gonçalo Alves apontou mais dois livres diretos, sem qualquer hipótese de oposição do guardião sportinguista, e Reinado Garcia também marcou para os portistas.

Ferran Font também voltou a faturar, levando o jogo para o intervalo com uma vantagem do FC Porto por 5-3.

A segunda parte começou com um ritmo mais lento, mas, com o passar do tempo, a pressão foi crescendo.

O Sporting foi o primeiro a marcar e o equilíbrio voltou ao Dragão Arena, que hoje se apresentou quase cheio pela primeira vez em mais de ano de meio.

Dois lances de bola parada – uma grande penalidade e um livre direto – voltaram a fazer as duas equipas mexerem no marcador. Gonzalo Romero, com um grande golo apontado do meio-campo, ainda fez tremer os portistas ao marcar o quinto do Sporting (6-5).

No entanto, no momento decisivo, os comandados de Ricardo Ares conseguiram dar uma boa resposta.

O inspirado Gonçalo Alves voltou a marcar através de livre direto e, logo de seguida, faturou em novo contra-ataque rápido, colocando o FC Porto com três golos de vantagem.

Essa supremacia manteve-se até ao final e Ezequiel Mena veio selar o resultado com um golo nos últimos minutos da partida.

Com este resultado, o Sporting desce para a quarta, posição, com 10 pontos, menos cinco que o líder FC Porto.

Ficha do Jogo

Jogo disputado no Dragão Arena, no Porto.

FC Porto – Sporting, 9-5.

Ao intervalo: 5-3.

Marcadores:

1-0, Gonçalo Alves, 05 minutos (livre direto).

1-1, João Souto, 08.

2-1, Rafa, 11.

2-2, Ferran Font, 13 (livre direto).

3-2, Reinaldo Garcia, 14.

4-2, Gonçalo Alves, 22 (livre direto).

4-3, Ferran Font, 22.

5-3, Gonçalo Alves, 24 (livre direto).

5-4, Gonzalo Romero, 33 (grande penalidade).

6-4, Carlo Di Benedetto, 34 (livre direto).

6-5, Gonzalo Romero, 34.

7-5, Gonçalo Alves, 38 (livre direto).

8-5, Gonçalo Alves, 41.

9-5, Ezequiel Mena, 48.

Sob a arbitragem de Rui Torres e Carlos Correia, as equipas alinharam:

– FC Porto: Xavi Malián, Rafa, Carlo Di Benedetto, Xavi Barroso e Reinaldo Garcia. Jogaram ainda Ezequiel Mena, Telmo Pinto e Gonçalo Alves.

Treinador: Ricardo Ares.

– Sporting: Ângelo Girão, Toni Peréz, Ferran Font, Matias Platero e Gonzalo Romero. Jogaram ainda José Macedo (gr), João Souto, Henrique Magalhães e Alessandro Verona.

Treinador Paulo Freitas.

Assistência: Cerca de 1.200 espetadores.

Declarações

Declarações no final do encontro FC Porto-Sporting (9-5), da quinta jornada do campeonato nacional de hóquei em patins:

– Ricardo Ares (treinador do FC Porto): “Ver o Dragão cheio com os adeptos e ganhar o clássico como ganhámos é algo que nos deixa a todos orgulhosos. E eu estou muito feliz.

Mas, temos que melhorar muitas coisas. Hoje, é dos primeiros dias que vejo a equipa com caráter portista. Hoje foi bom, amanhã temos que voltar a trabalhar.

O objetivo era vencer e continuar na frente do campeonato. Mas, há um caminho grande. Hoje conseguimos o objetivo principal”.

– Paulo Freitas (treinador do Sporting): “Houve decisões demasiado penalizadoras para a nossa equipa.

Ainda assim, interessa-nos focar o que é importante: há coisas a melhorar. Por exemplo, as situações de superioridade numérica, em que já fomos muito eficazes, mas hoje não conseguimos materializar essa vantagem.

Saímos tristes, mas com a plena consciência de que há ainda muito campeonato pela frente. Vão ter de contar connosco até ao fim, até aos momentos de decisão.

Este resultado não apaga rigorosamente nada do que fizemos até aqui, pelo contrário. Saímos daqui tristes, porque não gostamos de perder e representamos um clube que tem um ADN vencedor, mas com a consciência de que sabemos o que queremos. Vamos à procura dos nossos momentos, vão ter de contar connosco”.

Sem comentários

deixar um comentário