11 Agosto 2022, 04:06

FC Porto sagra-se campeão da Europa de bilhar às três tabelas pela segunda vez

© FC PORTO
Mundo Atual Administrator

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

O FC Porto sagrou-se hoje pela segunda vez campeão da Europa de bilhar às três tabelas, ao bater os turcos do FBN Tekstil BSK, na final, no Estádio do Dragão, no Porto.

 A jogar em casa, na Academia do recinto ‘azul e branco’, o quarteto portista composto por Dick Jaspers, Daniel Sánchez, Rui Manuel Costa e João Ferreira venceu a equipa turca no desempate por grandes penalidades e repetiu o feito que havia alcançado em 2017, quando venceu a Taça de Europa de Clubes pela primeira vez no Dragão Arena.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O campeão europeu na vertente individual, Daniel Sánchez colocou os ‘azuis e brancos’ em vantagem (40-33), mas os adversários responderam logo de seguida através de Gokhan Salman, que derrotou João Ferreira (40-24).

Tayfun Tasdemir surpreendeu o jogador do FC Porto Dick Jaspers, o número um mundial, pela margem mínima (40-39), e colocou os portistas em desvantagem. Depois disso, Rui Manuel Costa, que recuperou de um atraso significativo no marcador, empatou o embate a dois (40-38).

As novas regras da competição ditam que, em caso de igualdade, o vencedor se decide através do desempate por grandes penalidades.

E no desempate, João Ferreira e Gokhan Salman fizeram uma entrada cada, antes de Rui Manuel Costa voltar a concretizar e fazer sete seguidas. Daniel Sanchéz perdeu o duelo com Murat Naci Coklu e deixou tudo nas mãos do companheiro de equipa holandês. Dick Jaspers não vacilou e permitiu ao FC Porto festejar a conquista do título.

Sem comentários

deixar um comentário