11 Agosto 2022, 09:14

Festival CoolJazz regressa a Cascais a partir de sábado após dois anos de pausa

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O festival CoolJazz regressa a Cascais, a partir de sábado e após dois anos de interregno forçado pela pandemia da covid-19, com um cartaz que inclui John Legend, Paul Anka, Diana Krall, Miguel Araújo e Jorge Ben Jor.

“É uma emoção e alívio [o regresso do festival], porque estivemos este tempo todo parados e sempre a fazer algo, finalmente vamos conseguir e estamos já bastante próximos”, afirmou, em declarações à Lusa, a promotora Karla Campos, da Live Experiences.

O arranque da 17.ª edição do CoolJazz está marcado para sábado, com o cantor norte-americano John Legend.

“O John Legend está connosco desde que a 17.ª edição começou a ser organizada, em 2019. Foi o primeiro artista que anunciámos e que conseguimos manter sempre no cartaz. Entretanto já tem mais um disco lançado, um disco muito dançante, muito alegre, muito cheio de energia”, lembrou Karla Campos.

O músico editou no verão de 2020 “Bigger Love”, sobre o qual disse à Lusa, em março daquele ano, ser o “mais sensual” e “mais dançável” que já gravou.

Responsável por temas como “All of Me” e “Ordinary People”, John Legend editou o álbum de estreia, “Get Lifted”, em 2003. Seguiram-se “Once Again” (2006), “Evolver” (2008), “Wake Up” com os The Roots (2010), “Love in the future” (2013) e “Darkness and light” (2016).

Recentemente divulgou um novo tema, “Dope”, que conta com a participação do ‘rapper’ JID e que deverá integrar um novo registo discográfico.

O CoolJazz prossegue no dia 10 de julho, para o qual está agendado o concerto do cantor norte-americano Paul Anka, responsável por temas como “Put your head on my shoulder”, “Puppy love” e “You are my destiny”, “um artista que surgiu com as alterações que a pandemia provocou, mas foi muito bom”, porque é um nome que Karla Campos “sempre quis no cartaz do EDP CoolJazz”.

O festival continua depois no dia 21 de julho, com Yann Tiersen. No dia 23 atua Miguel Araújo, que terá Rui Veloso como convidado, no dia 27 Diana Krall, no dia 28 Jordan Rakei e Moses Boyd e no dia 30 Jorge Ben Jor.

A assegurar a primeira parte destes concertos, estão artistas portugueses: Murta (sábado), Mimi Froes (10 de julho), Quinquis (21 de julho), Tiago Nacarato (23 de julho), Miramar (27 de julho) e Jéssica Pina (30 de julho).

Todos estes concertos acontecem no Hipódromo Manuel Possolo.

No Parque Marechal Carmona, contíguo ao hipódromo, há um palco secundário, onde, antes dos concertos do palco principal, decorrem as Cascais Jazz Sessions, e uma zona de restauração.

O palco secundário do festival recebe “sete talentos nacionais do Jazz”: Gileno Santana Trio – Miles Davis (02 de julho), Aníbal Zola (10 de julho), Mateus Saldanha Trio (21 de julho), Diogo Alexandre (23 de julho), Hugo Lobo (27 de julho), João Espadinha (28 de julho) e Francisco Gomes Trio (30 de julho).

Na 17.ª edição do EDP Cool Jazz, regressam também as Cascais Lazy Sessions, todos os domingos de julho, entre as 19:00 e as 21:00 nos jardins da Casa das Histórias Paula Rego, e que têm entrada gratuita.

Sem comentários

deixar um comentário