14 Maio 2022, 00:06

Festival de Teatro do Alentejo arranca hoje com “A Odisseia de Magalhães-Elcano”

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Beja, 05 mai 2022 (Lusa) — Um espetáculo sobre a ‘odisseia’ da primeira circum-navegação da terra marca hoje, em Beja, o ‘pontapé de saída’ do Festival Internacional de Teatro do Alentejo (FITA), que decorre até dia 14 deste mês em 11 concelhos.


O espetáculo “A Odisseia de Magalhães-Elcano”, pela companhia espanhola Teatro Clásico de Sevilla, é apresentada a partir das 21:00, no Teatro Municipal Pax Julia, referiu a promotora do FITA, a Companhia de Teatro Lendias d’Encantar, de Beja.


A peça ‘nasceu’ da celebração do quinto centenário da primeira viagem de circum-navegação do globo terrestre, liderada pelo português Fernão de Magalhães e, mais tarde, pelo espanhol Juan Sebastián Elcano, explicou a companhia, num comunicado enviado à agência Lusa.


O primeiro dia do FITA inclui também a ópera em formato ‘audiowalk’ “Paramos ou Morremos”, do Quarteto Contratempus, a partir das 22:30, no centro histórico de Beja.


E, para o dia inaugural, está também programada a estreia, no Cine Oriental, na vila de Aljustrel, a partir das 21:30, do espetáculo “Pausa Forçada”, da Companhia de Dança Contemporânea do Alentejo, concebido durante o distanciamento social devido à pandemia de covid-19.


Durante 10 dias, o FITA, que tem “caráter ibero-americano” e é “o maior festival de teatro do sul de Portugal”, vai “mostrar teatro” e “estimular, provocar e educar para as artes no Alentejo”, disse à agência Lusa o diretor artístico do festival, António Revez.


Além de Beja, o palco principal do evento, e de Aljustrel, o 9.º FITA vai passar pelos concelhos alentejanos de Arraiolos, Campo Maior, Ferreira do Alentejo, Grândola, Mértola, Ponte de Sor, Santiago do Cacém, Viana do Alentejo e Vidigueira.


O FITA vai incluir espetáculos de teatro e dança de companhias e artistas de oito países, nomeadamente Brasil, Colômbia, Equador, Espanha, México, Moçambique, Portugal e Uruguai, precisou.


Pela primeira vez, o festival tem um país convidado, Espanha, de onde virão seis espetáculos.


Além dos espetáculos de teatro e dança, o FITA inclui a programação paralela “ONFITA” composta por sete concertos, na Galeria do Desassossego, em Beja, sempre a partir das 22:30.


Trata-se dos concertos de Martin Sued (Argentina), hoje, Leo Middea (Brasil), na sexta-feira, Peter Dj (Portugal), no sábado, Afro Cromatic (Colômbia), dia 11, Beba Trio (Brasil), dia 12, Combo G (Espanha), dia 13, e Carapaus Orkestra (Portugal), dia 14.


O encerramento do festival, no dia 14 de maio, vai decorrer em Beja, com o espetáculo “Elektra.25”, da companhia espanhola Atalaya, a partir das 21:00, no Teatro Municipal Pax Julia, e o concerto de Carapaus Orkestra, a partir das 22:30.


 


LL // RRL


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário