30 Dezembro 2022, 14:01

Festival MEO Marés Vivas adiado para 2022

© Mundo Atual

A 14.ª edição do Festival MEO Marés Vivas, que se realiza anualmente em Gaia, foi adiada para julho de 2022.

A organização que já tinha adiado a edição de 2020 para 2021, viu-se forçada a voltar a trás na decisão e a reagendar o festival para 15 a 17 de julho de 2022.

“É com muita tristeza que comunicamos que em 2021 ainda não será o ano para momentos de festa e união entre pessoas como o é um festival de verão. Devido às incertezas que ainda nos rodeiam, sem garantias de que em julho estejam já reunidas todas as condições para que possamos trabalhar, com normalidade, na sua preparação e celebração, não nos resta outra alternativa senão o adiamento do MEO Marés Vivas”, justificou a organização do MEO Marés Vivas, em comunicado.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



A promotora do evento, a PEV Entertainment, sublinha que esta é “uma decisão que nos abala enquanto organização daquele que é um dos maiores festivais do nosso País e de crucial importância para toda a Região Norte de Portugal”.

Os bilhetes já adquiridos para as datas de 2020 e 2021 mantêm-se válidos para as novas datas, sem necessidade de troca.

“Quem comprou e é portador do bilhete MEO Marés Vivas 2020, caso pretenda, pode solicitar o reembolso do preço facial no ponto de venda onde o mesmo foi emitido, nos 14 dias úteis pós a data prevista para a realização do MEO Marés Vivas 2021, mediante a apresentação do bilhete e prova de compra”, informa a promotora do evento.

Os portadores de bilhete para a edição de 2021 “não têm possibilidade de reembolso”.

“Voltamos a encontrarmo-nos em 2022, naquela que será sem dúvida a mais aguardada edição do MEO Marés Vivas”, garante a organização.

Sem comentários

deixar um comentário