07 Dezembro 2022, 21:52

Festival Rescaldo volta a dar música a Lisboa entre 02 e 06 de março

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

O Festival Rescaldo está de regresso este ano, para a 12.ª edição, que inclui 12 concertos e um DJ ‘set’ em quatro locais de Lisboa, entre 02 e 06 de março, anunciou hoje a organização.

“O Festival Rescaldo está de regresso a Lisboa, com mais de dois anos de música aventureira nacional para celebrar, em quatro salas da cidade, e mostrar que, apesar da paragem forçada, o tecido musical mais desafiador do país de mantém vivo e pulsante”, lê-se num comunicado hoje divulgado pela organização do festival, que se realizou anualmente em Lisboa entre 2008 e 2018.

A 12.ª edição irá dividir-se entre o Centro Cultural de Belém, o Damas, a Zé dos Bois (ZDB) e a St. George Church.

O festival arranca em 02 de março, no Damas, com concertos de Chlothilde e de Carlos ‘Zíngaro’, “acompanhado pelas imagens da realizadora Inês Oliveira, tendo por base o seu mais recente filme ‘A Escuta’, focado na vida e obra do violonista e compositor e que terá estreia na próxima edição do IndieLisboa”.

Em 03 de março, o pequeno auditório do Centro Cultural de Belém (CCB) acolhe as atuações de Vasco Alves, num concerto para gaita de fole e eletrónicas, de Toda a Matéria, “grupo volátil constituído por Joana da Conceição, Sara Graça e Maria Reis, que se propõem apresentar uma peça multimédia desenvolvida especialmente para a ocasião em torno do conceito da fenestração”, e de O Carro de Fogo de Sei Miguel, “um dos ensembles mais interessantes dos últimos anos”.

No dia seguinte, também no CCB, sobem a palco Má Estrela, “constelação magicada por Pedro Alves Sousa em torno do dub, do psicadelismo e do jazz”, e Máquina Magnética, “quarteto oriundo do Porto que junta as eletrónicas dos @c com os instrumentos percussivos customizados de Gustavo Costa e a luz e vídeo em tempo real de Rodrigo Carvalho”.

Em 05 de março, a ZDB acolhe “uma noite farta” com três concertos — de Onda Xoque, duo de eletrónicas analógicas, MEDUSA unit, liderada por Ricardo Jacinto, Hetta, banda originária do Montijo com filiações no pós-hardcore — e um DJ Set, com Rodrigo Amado e Tó Trips.

O Rescaldo termina em 06 de março na St. George Church, com Banha da Cobra, de Carlos Godinho e ‘Mestre’ André, e Pedro Carneiro, que apresenta um solo de marimba.

Sem comentários

deixar um comentário