29 Janeiro 2022, 11:18

Filipe Cândido aponta a um Belenenses SAD com melhor futuro e a inverter má fase

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Oeiras, Lisboa, 08 jan 2022 (Lusa) — O treinador do Belenenses SAD apontou hoje para um futuro melhor do que os recentes jogos na I Liga de futebol e começar a inverter a tendência negativa na receção ao Arouca, da 17.ª jornada.


“Temos tido sempre uma lógica de encarar cada jogo para ir à procura de os vencer e amanhã [domingo] será esse o nosso pensamento, independentemente do que está para trás. Queremos que o futuro seja melhor e temos trabalhado para inverter esta tendência”, afirmou Filipe Cândido, em videoconferência de imprensa de antevisão.


Apesar de não considerar o Arouca o “adversário ideal” para procurar o tão desejado triunfo, após cinco desaires consecutivos, sem qualquer golo marcado, que deixam o Belenenses SAD na lanterna-vermelha da tabela, o técnico mantém o espírito positivo.


“[O Arouca] Tem qualidade para estar com mais alguns pontos. Esperamos um jogo extremamente difícil. O adversário poderá especular um pouco com o jogo, sabendo que também vamos à procura de o vencer e podem explorar a nossa ambição. Temos de estar atentos a isso. Os jogadores sabem a dificuldade do jogo, mas sabem o que têm de fazer para vencer este adversário”, expressou o treinador lisboeta, de 42 anos.


Desta forma, Filipe Cândido reforçou que o otimismo tem de continuar, uma vez que há crença no trabalho diário realizado, mesmo entendendo que os ‘azuis’ terão menos encontros que as restantes equipas do campeonato: “Sabemos que o Belenenses SAD vai ter 32 jogos, e não 34. Dois desses [Benfica e Estoril Praia] não contaram para nós.”


“Temos de nos manter fortes, pois sabemos que, muitas vezes, o importante é uma vitória para quebrar alguns ciclos. Quando acontecer, as coisas serão melhores. Nunca ninguém disse que seria fácil. O único caminho é trabalhar e acreditar muito”, frisou.


O médio ofensivo neerlandês Jordan van der Gaag já integra os trabalhos a 100% e poderá ser opção para o duelo, no qual os extremos Chico Teixeira e Rafael Camacho, ainda a treinarem à parte, e o médio centro César Sousa, também lesionado, serão ‘baixas’, tal como o defesa Carraça, suspenso após o quinto amarelo frente ao Vizela.


“O Carraça é um jogador muito inteligente na forma como ocupa os espaços. A ideia vai manter-se. Não nos queremos expor muito, mas também queremos fazer golos e, por isso, encontrar esse equilíbrio será fundamental. Quem jogar, tenho a certeza de que vai desempenhar bem a função. Acreditamos em todos”, sublinhou o treinador.


Em relação ao mercado de janeiro, Filipe Cândido admitiu a possibilidade de reforços, mas apenas com “a certeza de que venha acrescentar”, pois, “de outra forma, é tentar potenciar” os atletas que já se encontram à sua disposição no plantel dos lisboetas.


O Belenenses SAD, 18.º e último classificado, com oito pontos, recebe no domingo o Arouca, 15.º, com 14, no Estádio Nacional, em Oeiras, às 20:30, para a 17.ª ronda da I Liga portuguesa de futebol, com arbitragem de David Silva, da associação do Porto.


 


DYRP // VR


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário