06 Dezembro 2021, 15:25

Filmes “Nomadland” e “Rocks” são os mais nomeados para os prémios BAFTA

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Redação, 09 mar 2021 (Lusa) – Os filmes “Nomadland”, de Chloé Zhao, e “Rocks”, de Sara Gavron, lideram as nomeações para os BAFTA, os prémios da Academia Britânica de Cinema e Televisão, que serão entregues em abril, foi hoje anunciado.


Tanto “Nomadland – Sobreviver na América” como “Rocks” somam sete nomeações para os BAFTA, mas apenas o filme de Chloé Zhao, que tem recebido vários prémios nas últimas semanas, está nas categorias de Melhor Realização e Melhor Filme.


“Nomadland – Sobreviver na América”, terceira longa-metragem de Chloé Zhao, acompanha Fern (a atriz Frances McDormand), uma mulher que decide abandonar a vida convencional na cidade, atingida por uma crise económica, para ser nómada, numa carrinha.


O filme, que obteve os Globos de Ouro de melhor drama e melhor realização, está indicado ainda para os BAFTA de melhor fotografia, argumento adaptado e atriz principal, entre outros.


Sarah Gavron está indicada para o BAFTA de Melhor Realização, mas “Rocks” não está na categoria de Melhor Filme. Foi selecionado para a categoria de Melhor Filme Britânico.


“Rocks” é um drama sobre uma adolescente que passa a viver na rua com o irmão mais novo, depois de ambos terem sido abandonados pela mãe.


No ano passado, a academia britânica foi criticada por só ter nomeado homens para a categoria de Melhor Realização e por ter deixado de fora atores e atrizes negras nos prémios de representação, admitindo na altura a falta de diversidade, aparentemente colmatada este ano.


Bukky Bakray (“Rocks”), Radha Blank (“The Forty-Year-Old Version), Vanessa Kirby (“Pieces of a Woman”), Frances McDormand, Wunmi Mosaku (“His House”) e Alfre Woodard (“Clemecy”) estão indicadas para o BAFTA de melhor atriz.


Na categoria masculina, estão nomeados Riz Ahmed (“Sound of Metal”), Chadwick Boseman (“Ma Rainey: A mãe do blues”), Adarsh Gourav (“O tigre branco”), Anthony Hopkins (“The Father”), Mads Mikkelsen (“Another round”) e Tahar Rahim (“The Mauritanian”).


Para o BAFTA de Melhor Realização – dominado por mulheres – estão indicados Thomas Vinterberg (“Another Round”), Shannon Murphy (“Babyteeth”), Lee Isaac Chung (“Minari”), Jasmila Zbanic (“Quo Vadis, Aida?”) e as já citadas Chloé Zhao e Sara Gavron.


Para Melhor Filme foram selecionados “The Father”, “The Mauritanian”, “Nomadland – Sobreviver na América”, “Promising Young Woman – Uma miúda com potencial” e “Os 7 de Chicago”.


O BAFTA de Melhor Filme em Língua Não Inglesa será disputado entre “Another Round”, “Os miseráveis”, “Minari” e “Quo Vaids, Aida?”, enquanto o de Melhor Filme de Animação será entre “Soul – Uma Aventura com Alma”, “Bora Lá” e “Wolfwalkers”.


Este ano, a cerimónia dos BAFTA deveria ter acontecido em fevereiro, mas foi empurrada para abril por causa da covid-19, seguindo a decisão tomada pela academia dos Óscares, que adiou a entrega para finais de abril.


O anúncio dos BAFTA acontecerá apenas ‘online’, a partir do Royal Albert Hall, em Londres, em dois momentos, no fim de semana de 10 e 11 de abril.



SS // MAG


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário