08 Setembro 2022, 23:46

Fogo na serra da Estrela com reacendimento que obrigou a evacuar aldeia

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O grande incêndio da serra da Estrela teve hoje um reacendimento em Vale de Amoreira, no concelho de Manteigas, o que obrigou à evacuação da aldeia e do parque de campismo de Valhelhas, no vizinho município da Guarda.

Em declaração à agência Lusa, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorros (CDOS) da Guarda avançou que o reacendimento ocorreu “ao início da tarde” em Vale de Amoreira.

Apesar de nos concelhos da serra da Estrela terem ocorrido outros incêndios rurais esta semana, este incêndio, que deflagrou na madrugada do dia 06 (sábado) na Covilhã (distrito de Castelo Branco), destacou-se pela sua dimensão, uma vez que só foi dominado uma semana depois, na noite de sexta-feira, dia 12.

Além de atingir o concelho da Covilhã, chegou a Manteigas, Gouveia, Guarda e Celorico da Beira, no vizinho distrito da Guarda, queimando um total superior a 14 mil hectares, segundo dados provisórios. Em causa está uma área de parque natural classificada.

Segundo o sítio da Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, estavam às 19:15 mobilizados para este incêndio (em toda a sua área, inclusive na parte em trabalhos de rescaldo) 661 operacionais, com 151 veículos e dois meios aéreos.

Fonte do CDOS remeteu para mais tarde mais informações.

Sem comentários

deixar um comentário