10 Agosto 2022, 16:03

Futsal/Euro feminino: Ministra Ana Catarina Mendes elogia “heroínas” da seleção lusa

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



A ministra-adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, definiu hoje as jogadoras da seleção portuguesa de futsal como “heroínas”, apesar da derrota na final do Europeu.

“Mereciam [a taça], conquistaram a nossa admiração”, reagiu Ana Catarina Mendes, através da conta oficial do Ministério na rede social Twitter.

Na mesma nota, acompanhada de uma fotografia das jogadoras portuguesas de futsal, as mesmas são identificadas como heroínas, “mulheres de grande coragem, de sentimentos ou virtudes excecionais” e “mulheres que provocam admiração”.

A seleção feminina portuguesa de futsal perdeu hoje em Gondomar a final do Europeu de futsal diante da Espanha, por 4-1 no desempate por grandes penalidades, depois de igualdades a 2-2 no tempo regulamentar e a 3-3 no prolongamento.

Também o presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, comentou o desfecho da final, dizendo que o mesmo em nada altera “a crença no trabalho e consistente” da seleção.

“[O vice-título] não deixa de ser um novo momento de afirmação do desporto feminino numa sociedade em que a igualdade ainda tem caminho por fazer e para o qual a federação continuará a contribuir da forma mais ativa possível”, assinalou ainda Fernando Gomes, que endereçou igualmente os parabéns à Espanha.

Espanha revalidou hoje o título de campeão europeu de futsal feminino, ao vencer Portugal, mantendo o pleno do historial da competição, ao voltar a vencer a seleção portuguesa, depois do triunfo na final de 2017, também em Gondomar, por 4-0.

Sem comentários

deixar um comentário