15 Maio 2022, 03:21

Futsal: LC – Treinador do Benfica diz que “detalhes” vão decidir jogo com FC Barcelona

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Redação, 27 abr 2022 (Lusa) — O treinador da equipa de futsal do Benfica, o espanhol Pulpis, escusou-se a apontar favoritos no jogo com o FC Barcelona, na meia-final da Liga dos Campeões, salientando que a partida se vai decidir “nos pequenos detalhes”.


“Nestes jogos não existem favoritos. O FC Barcelona é uma grande equipa, mas nós também. Creio que vai ser um jogo equilibrado, difícil para as duas equipas e que se vai decidir nos pequenos detalhes”, disse o técnico ‘encarnado’, em declarações à Lusa.


O Benfica, que venceu a prova em 2009/10 e regressa à ‘final four’ depois da última presença em 2015/16, vai defrontar na sexta-feira o FC Barcelona, que já venceu a competição por três vezes, enquanto na outra meia-final o Sporting, detentor do troféu, vai jogar com os franceses do ACCS Asnières Villeneuve.


Pulpis, que está a cumprir a primeira época como treinador do Benfica, salientou que já estava na altura de os ‘encarnados’ regressarem à ‘final four’, referindo que era algo que o grupo “já merecia”.


“É um jogo entre duas equipas muito fortes, das melhores equipas da Europa e do mundo. Quando chegamos a este nível, todas as equipas são muito boas”, frisou.


O técnico analisou depois o adversário, que conta com o português André Coelho, referindo que a equipa espanhola tem muita qualidade e pode apresentar diferentes soluções durante o jogo.


“Pode jogar com pivôs muito fortes, como Ferrão ou Pito, ou sem, e é das poucas equipas em Espanha que sobe o guarda-redes. Tem muita qualidade ofensiva, mas também deixa jogar, o que pode ser bom para nós. É necessário não cometer erros e penso que não vai ser um jogo com muitos golos, existe muita pressão e ninguém quer errar, mas nunca se sabe”, defendeu.


Pulpis reconheceu depois a importância do triunfo frente ao Sporting, por 3-2, no campeonato português, o primeiro nos quatro confrontos esta época entre as duas equipas.


“Era muito importante para nós, porque não tínhamos ganhado nenhum jogo ao Sporting. Era importante inverter essa dinâmica e ainda para mais perto da’ final four’, o que é importante para a moral, mas o jogo com o Barcelona será diferente”, disse.


O treinador espanhol afirmou depois que o futsal português está “no topo mundial” e a viver o “melhor momento da sua história”, mas não se mostrou preocupado com um possível reencontro com os ‘leões’ na final da prova.


“Prefiro ganhar ao FC Barcelona e depois quem vier na final não interessa. Queremos estar na final e quem quer vencer tem de ganhar a todos”, afirmou, referindo que o guarda-redes brasileiro Diego Roncaglio é o único caso clínico no plantel, mas acredita que pode recuperar a tempo.


O jogo entre o Benfica e o FC Barcelona, está agendado para sexta-feira, pelas 19:00 (horas de Lisboa) na Arena de Riga, na Letónia, palco da final da competição, no domingo, às 16:00.



AJO // JP


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário