25 Janeiro 2023, 00:51

Fuzileiros suspeitos da morte de agente da PSP ficam em prisão preventiva

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 23 mar 2022 (Lusa) — Os dois fuzileiros suspeitos do homicídio do agente da PSP Fábio Guerra, na madrugada de sábado, vão ficar em prisão preventiva, decidiu hoje o juiz Carlos Alexandre, do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC).


Cláudio Coimbra, 22 anos, e Vadym Hrynko, 21, foram sujeitos à medida de coação mais gravosa e vão permanecer detidos no estabelecimento prisional de Tomar.


O juiz Carlos Alexandre justificou a prisão preventiva com o perigo de perturbação do inquérito e da ordem pública e também com o perigo de continuação da atividade criminosa.


O advogado de defesa dos dois arguidos saiu do tribunal sem prestar declarações.



IMA // ZO


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário