11 Agosto 2022, 09:40

Gazprom baixa exportações e UE prepara-se para viver sem energia russa

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Redação, 02 jul 2022 (Lusa) — A Gazprom exportou no primeiro semestre menos 31% de gás do que no mesmo período do ano passado para os países fora do espaço da pós-soviética Comunidade de Estados Independentes (CEI).


As exportações para fora da CEI ficaram-se pelos 68,9 mil milhões de metros cúbicos (mmmc), menos 31 mmmc, segundo um comunicado da Gazprom.


Entretanto, a Comissão Europeia está a preparar um plano de emergência para ajudar os Estados membros a viverem sem a energia russa, no seguimento da invasão russa da Ucrânia.


A presidente da Comissão, Ursula von der Leyen, disse na República Checa que a iniciativa vai desenvolver os esforços europeus para dispensar o carvão, o petróleo e o gás russo e complementar o esforço europeu para o desenvolvimento de fontes renováveis de energia, como a eólica e a solar.


“Estamos a preparar planos de emergência para a Europa”, disse Von der Leyen na cidade checa de Litomysl, onde marcou o início da presidência rotativa da UE pela República Checa.


“Os preços da energia estão altos. As pessoas esperam que façamos alguma coisa a propósito disso”, disse.


O plano de contingência deve ser apresentado em meados de julho, revelou.



RN // RBF


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário