21 Outubro 2021, 04:14

Governo brasileiro é aprovado por 35% da população – sondagem

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

São Paulo, 16 dez 2020 (Lusa) – O índice de aprovação do Governo liderado pelo Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, é de 35%, segundo um levantamento divulgado hoje pelo Instituto Ibope.


A sondagem, feito a pedido da Confederação Nacional da Indústria (CNI), destacou ainda que 30% dos entrevistados qualificaram o Governo do Brasil como regular, 33% como péssimo e 2% não souberam responder.


Os dados mostram uma pequena queda no apoio ao executivo face a uma sondagem semelhante do Ibope em setembro, quando o Governo brasileiro tinha aprovação de 40%, enquanto 29% a classificaram como regular e outros 29% a qualificaram como péssimo e 2% não souberam responder.


A pesquisa do Ibope mediu a forma como os brasileiros avaliam a forma de governar e o desempenho pessoal do Presidente Bolsonaro. Neste caso, o resultado também mostrou alguma oscilação negativa em relação à pesquisa de setembro.


Cerca de 46% dos entrevistados disseram aprovar o desempenho do chefe de Estado brasileiro enquanto 49% desaprovam. Na pesquisa anterior essas taxas eram, respetivamente, de 50% e 45%.


Além disso, 53% das pessoas consultadas pelo Ibope disseram não confiar em Bolsonaro, enquanto 44% declaram que confiam no Presidente brasileiro.


O Ibope perguntou também sobre as expectativas da população para os próximos dois anos, quando Jair Bolsonaro cumprirá seu mandato de quatro anos, iniciado em 01 de janeiro de 2019.


Nesse sentido, 35% disseram acreditar que os próximos dois anos serão ótimos ou bons, 30% esperam que sejam regulares e 31% projetaram que serão péssimos.


Em linhas gerais, os resultados desta pesquisa Ibope são semelhantes aos apresentados por uma pesquisa elaborada pelo Instituto Datafolha e divulgada no final da semana passada, que classificou a aprovação do Governo Bolsonaro em 37%.


O Ibope informou que a pesquisa divulgada hoje tem margem de erro de dois pontos percentuais e foi realizada entre 05 e 08 de dezembro em 126 municípios de todas as regiões do país, onde foi consultada a opinião de um total de duas mil pessoas.



CYR // LFS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário