13 Maio 2022, 08:36

Governo prevê concurso para radares no aeroporto da Madeira no 2.º trimestre

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 09 mai 2022 (Lusa) — O secretário de Estado das Infraestruturas disse hoje que o concurso para aquisição de novos radares para o aeroporto da Madeira pode ser lançado no segundo trimestre do ano e que o financiamento está incluído no orçamento da NAV.


“Se correr bem, o concurso pode ser lançado ainda neste segundo trimestre, senão ficará para o terceiro trimestre e o dinheiro está no orçamento da NAV”, adiantou Hugo Santos Mendes, no final de uma audição de cerca de sete horas na comissão parlamentar conjunta de Orçamento e Finanças e Economia, Obras Públicas, Planeamento e Habitação, no âmbito da apreciação, na especialidade, do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022).


Em 2021, um grupo de trabalho criado pelo Governo da República concluiu, entre outros aspetos, ser fundamental a aquisição de dois equipamentos de radar que permitem uma medição mais precisa dos ventos, contribuindo para a melhor operacionalidade do aeroporto, frequentemente afetada por essa razão.


O processo de aquisição é da responsabilidade da NAV — Portugal.


No dia 10 de fevereiro, a vogal do conselho de administração Egídia Martins disse, em audição parlamentar na Assembleia Legislativa da Madeira, que a empresa está em condições de avançar com o concurso público, no valor de 4,5 milhões de euros, desde que obtenha garantia de financiamento do Governo.


A responsável indicou que a NAV não tinha ainda recebido qualquer indicação ou garantia de financiamento do Governo socialista, esclarecendo também que a verba não foi inscrita no Orçamento do Estado para 2022.


Entretanto, o deputado do PS/Madeira na Assembleia da República Carlos Pereira afirmou, recentemente, em declarações na RTP/Madeira, que o concurso público seria lançado em março.


“Fico à espera para ver se se vai concretizar”, comentou Miguel Albuquerque, adiantando que a instalação dos radares é uma “obra fundamental”.


“Neste momento, é uma obra fundamental para o país, é uma obra essencial para melhorar a acessibilidade num dos principais aeroportos do país”, reforçou.



MPE/ALU/MP (DC) //RBF


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário