08 Outubro 2022, 10:16

Graça Machel em Cabo Verde para falar sobre liderança feminina e desenvolvimento

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Praia, 08 set 2022 (Lusa) — A ativista social Graça Machel vai estar em Cabo Verde nos próximos dias para participar em vários eventos, entre eles um organizado pelo Governo e outro pelo Instituto Pedro Pires, para falar sobre liderança feminina e desenvolvimento.


“Tenho a subida honra de anunciar que a doutora Graça Machel é minha convidada especial na próxima edição do ‘Prime Minister Speaker Serie’ (série de conversas com o primeiro-ministro) que se realiza no sábado”, anunciou hoje o primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva.


A conversa vai acontecer no Museu da Resistência, no ex-campo de concentração do Tarrafal, na ilha de Santiago, enquadrada no CV Next, evento para promover a ciência, tecnologia e inovação e projetar Cabo Verde para futuro, promovido pelo Governo.


“Enquanto política, ativista dos direitos humanos, vencedora do Prémio Norte-Sul e da Medalha Nansen da ONU, irá partilhar a sua experiência nas questões de desenvolvimento, educação, igualdade de género e luta contra pobreza”, precisou o chefe do Governo.


O ‘Prime Minister Speaker Serie’ é um evento que promove uma série de encontros informais com convidados que se destacam a nível mundial e cujas trajetórias de vida inspiram a todos, sobretudo os jovens, salientou Ulisses Correia e Silva.


“E, este ano, os temas centrais da conversa serão a educação, a igualdade de género, o desenvolvimento e a luta contra a pobreza”, avançou ainda o chefe do Governo.


Durante a sua estada em Cabo Verde, Graça Machel vai ser ainda convidada especial do Instituto Pedro Pires para a Liderança (IPP) para conversar sobre os desafios da liderança feminina.


O evento acontece em 12 de setembro, na cidade da Praia, dia do nascimento de Amílcar Cabral, em 1924, sendo que se fosse vivo faria 98 anos (foi assassinado em 20 de janeiro de 1973.


“Muito mais do que a viúva de Samora Machel e de Nelson Mandela, “Mama Graça”, como é carinhosamente chamada, é um verdadeiro ícone africano e este é um momento que o IPP deseja partilhar com todos e todas”, escreveu aquele instituto, notando que Machel é uma das principais defensoras dos direitos das mulheres e das crianças no mundo.


RIPE // PJA


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário