03 Julho 2022, 22:34

Grupo de pescadores espanhóis cortou esta manhã ponte internacional sobre o Guadiana

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Um grupo de cerca de 50 pescadores espanhóis cortou esta manhã a Ponte Internacional sobre o Guadiana entre a Andaluzia e o Algarve em protesto contra a ida a Portugal de cidadãos e retalhistas comprar peixe.

O grupo quis manifestar-se contra aqueles que, na sequência da greve dos pescadores da província de Huelva em protesto contra o preço elevado do gasóleo, foram a Portugal comprar peixe.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O protesto começou depois das 07 horas locais (menos uma hora em Portugal), tendo o grupo de pescadores queimado pneus, provocando o corte da autoestrada em ambos os sentidos.

Segundo fontes municipais citadas pela agência espanhola Efe, cerca de uma hora e meia depois, o acesso a Portugal voltou ao normal e foi reaberto ao trânsito.

Os pescadores espanhóis manifestaram-se a título particular, não estando ligados a nenhuma associação de pesca na zona.

O protesto teve lugar um dia depois de o setor da pesca andaluz ter decidido manter a greve, pelo menos até à próxima semana, quando está agendada uma nova reunião com o Ministério da Agricultura, Pescas e Alimentação espanhol, na qual esperam que as medidas de ajuda anunciadas esta semana sejam implementadas.

Sem comentários

deixar um comentário