15 Maio 2022, 00:21

Guerra entre grupos de crimes organizado fazem 20 mortos no Haiti

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Porto Príncipe, 28 abr 2022 (Lusa) — Pelo menos 20 pessoas, incluindo crianças, morreram desde domingo em Porto Príncipe, capital do Haiti, devido a uma guerra entre grupos rivais de crimes organizado, que obrigou à fuga de milhares de pessoas.


A Agência de Proteção Civil do Haiti disse que os combates começaram em quatro bairros de Porto Príncipe, a norte do aeroporto internacional.


Uma família de oito pessoas, incluindo seis crianças, está entre os mortos, sendo que dezenas de pessoas ficaram ainda feridas, disseram as autoridades na quarta-feira.


Pelo menos uma dúzia de casas foram incendiadas e milhares de familiares com crianças estão a acampar num parque junto do gabinete do autarca local.


“Eles precisam de água, comida, suprimentos”, disse à agência France Presse Jean Raymond Dorcely, que dirige uma pequena organização comunitária. “Eles tiveram que fugir sem nada nas mãos”, acrescentou.


Dorcely disse que o bairro costumava ser tranquilo e que o seu filho tinha por hábito brincar no parque agora transformado num abrigo improvisado ao ar livre.


“Eu posso ver as crianças a chorar porque estão com fome e as famílias não têm nada para lhes dar”, disse o ativista, acrescentando que as necessidades estavam a crescer à medida que os combates continuavam. “Não sei como será amanhã,” acrescentou.


“O conflito provavelmente aumentará nos próximos dias, levando a mais vítimas e novas migrações de população”, referiu a Agência de Proteção Civil.


As autoridades alertaram que as principais estradas que levam à região norte do Haiti podem ser cortadas como resultado dos combates.


A violência e os raptos têm aumentado, com vários grupos a procurarem o controlo de partes da capital do Haiti, que atualmente vive num vácuo de poder após o assassinato do presidente Jovenel Moïse em 7 de julho.



VQ // CAD


Lusa/Fim

Tags

Sem comentários

deixar um comentário