24 Novembro 2022, 15:59

Há no Largo da Praia uma «fábrica» de campeões

Filipa Júlio Administrator

Clube Náutico de Crestuma
Crestuma

Faça chuva ou faça sol, a cada 8 de dezembro, sem falhas, dezenas de canoístas deslizam pelo Rio Douro para lembrar a data de fundação do Clube Náutico de Crestuma. Foi numa descida semelhante, de Entre-os-Rios a Crestuma, que em 1980 um grupo de amigos decidiu fundar aquele que é hoje uma referência na modalidade.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



Joana Vasconcelos, Marco Apura ou Adriano Conceição são nomes que os amantes da modalidade facilmente reconhecem na atualidade, mas é desde o tempo do «clube velho», a sede que ainda hoje existe no alto da encosta, que os «campeões» (com ou sem título oficial) começaram a aparecer.

Como Adélia Barbosa, que ficou a dois segundos do sonho olímpico de 1984 (Los Angeles), que Eduardo Gomes alcançaria em 1988 (Seul) e Zé Tó em 92 (Barcelona).
Paulo Oliveira, em representação do presidente Gel Atalaia, apresenta o clube ao Mundo Atual, numa manhã solarenga e amena, muito convidativa para a prática da modalidade, mas também para banhos, de água e de sol, no Douro.

É isso, aliás, que fazem crianças e jovens acabados de sair dos treinos (decorrem de segunda a sábado entre as 10h e as 12h), espraiados na plataforma flutuante, a proporcionar o contraste com o passado.

“Os primeiros praticantes desciam, do clube velho, com as canoas às costas, que na altura pesavam uns 20, 30 quilos. A formação surgiu em paralelo, porque as crianças também não tinham grande oferta de atividades”, lembrou.

Com um palmarés invejável, e uma história que se confunde com o crescimento da canoagem a nível nacional, o clube move, hoje em dia, cerca de 30 crianças e jovens. Abrange os escalões etários «menores» (8-9 anos), iniciados, infantis, cadetes e juniores, mas também seniores e veteranos.

E é muito comum os praticantes percorrerem todos os escalões, mantendo ligações duradouras ao clube, integrando equipas técnicas ou os órgãos diretivos. Gel Atalaia, João Gomes ou Adélia Barbosa são bons exemplos dessa realidade.

Um dos segredos, acredita Paulo Oliveira, é a envolvência para além do plano desportivo: “Tentamos criar sempre momentos de lazer, através dos quais aumentamos os laços de amizade”.

Atletas da Formação do CN Crestuma

Ampliação das instalações já projetadas

As instalações atuais, ocupadas há 25 anos no âmbito de uma parceria com a Câmara Municipal de Gaia e com apoio do Instituto Português da Juventude, deram ao clube uma dignidade física diferente e a proximidade ideal ao rio. Fica no Largo da Praia e o objetivo é expandir.

O edifício, já projetado, deverá ter cerca de 80 metros quadrados, para incluir sede, secretaria, sala de troféus e… um outro sonho.

“Pensamos criar também um centro de estudos, para fazer a ligação entre a escola e os treinos dos miúdos, com apoio de professores, pois isso iria ajudar a cativar e manter os jovens connosco”, explicou o dirigente.

Beneficiando do fator «ar livre», e de ser um desporto individual, o clube viu o número de praticantes aumentar com a pandemia.

Com títulos nacionais de k1, em iniciados, infantis e cadetes, na última temporada, o Clube Náutico de Crestuma promete, pela voz de Adélia Barbosa, continuar a formar campeões: “Contamos com camadas jovens bastante impulsivas e com futuro”.

Atletas da Formação do CN Crestuma

NOME DO CLUBE: Clube Náutico de Crestuma

FREGUESIA: Crestuma

ANO DE FUNDAÇÃO: 1980

MODALIDADES: Voleibol, Futebol e Futsal

MODALIDADES: Canoagem

TÍTULOS: Joana Sousa, em K1 Dama Júnior, Taça do Mundo de Maratonas: Ouro em 2000 e Bronze em 2001 Hugo Guedes | Medalha de bronze no Campeonato da Europa Maratonas K1 Sub-23 | Joana Vasconcelos: Campeã do Mundo K1 Junior 500 metros Moscovoz; Campeã da Europa K1 Junior 500 metros – Poznan; Vice Campeã da Mundo K1 Junior 1000 metros – Moscovo; Medalha de bronze Campeonato da Europa K1 Junior 1000 metros – Poznan

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

Sem comentários

deixar um comentário