25 Setembro 2022, 06:51

IGCP prevê arrecadar até 4.250 ME em dívida de curto prazo no segundo trimestre

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 04 abr 2022 (Lusa) — O IGCP prevê emitir até 4.250 milhões de euros em dívida de curto prazo no segundo trimestre do ano, além de emissões de dívida de longo prazo em leilões e vendas sindicadas, foi hoje anunciado.


De acordo com as linhas de atuação para o segundo trimestre do IGCP – Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública, decorrerão três leilões duplos de Bilhetes do Tesouro (BT) no segundo trimestre.


O primeiro leilão está previsto para dia 20 de abril, com colocações a três meses e a 11 meses, no qual espera financiar-se entre mil milhões de euros e 1.250 milhões de euros.


A instituição presidida por Cristina Casalinho prevê ainda um leilão duplo em 18 de maio de BT a seis meses e a 12 meses, com um montante indicativo entre 1.500 milhões de euros e 1.750 milhões de euros.


Para 15 de junho está previsto um leilão a três meses e a 11 meses, com um montante indicativo entre mil milhões de euros e 1.250 milhões de euros.


O programa de financiamento do Tesouro para o segundo trimestre prevê ainda emissões de Obrigações do Tesouro (OT) através da combinação de sindicatos e leilões, com colocações esperadas de 1.000 a 1.250 milhões de euros por leilão.


“Os leilões de OT terão a participação dos Operadores Especializados de Valores do Tesouro (OEVT) e Operadores de Mercado Primário (OMP) e poderão ser realizados à 2.ª ou 4.ª quartas-feiras de cada mês após anúncio do montante indicativo e linhas de OT a reabrir até três dias úteis antes da respetiva data de leilão”, informa o IGCP.


Assinala ainda que “acompanhará ativamente a evolução das condições de mercado, podendo introduzir ajustamentos às presentes linhas de atuação”.



AAT// CSJ


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário